Quarta, 08 de abril de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Esportes - Deu empate no jogo

Postada em 22/04/2019 ás 11h57

Publicada por: Bruna Sampaio

Chapecoense pede anulação da final do Catarinense por suposto erro do VAR
O lateral Bruno Pacheco acertou o travessão e a bola teria quicado dentro do gol.
Chapecoense pede anulação da final do Catarinense por suposto erro do VAR

Foto: Reprodução/TV Globo

Após empate por 1 a 1 no tempo normal, a final do Campeonato Catarinense de 2019 foi decidida nos pênaltis e o Avaí superou a Chapecoense por 4 a 2, levantando a taça de campeão estadual pela 17ª vez em toda sua história.

A decisão no estádio da Ressacada, porém, pode não ter terminado no domingo. Isso porque a Chapecoense já avisou que vai recorrer aos tribunais desportivos pedindo a anulação da partida após um suposto erro do VAR nas penalidades. 

Na quinta e última batida de pênalti da Chape, o lateral Bruno Pacheco acertou o travessão e a bola teria quicado dentro do gol. Na dúvida, o juiz Bráulio da Silva Machado recorreu ao árbitro de video, que indicou que a bola não entrou, dando o título ao Avaí .

Em entrevista à rádio Super Condá, o presidente Plinio David de Nes Filho, o Maninho, reclamou bastante. "Primeiramente, queremos esclarecer que não reconhecemos esse resultado. Nos julgamos no direito pela falha indecorosa deste árbitro, que deve ser punido e afastado do futebol brasileiro por uns seis meses ou um ano", disse o mandatário da Chapecoense.

Ainda exaltado, ele continuou. "Não merece o respeito da nossa comunidade de Chapecó e dos torcedores da Chapecoense pela atitude desta noite, quando a bola realmente entrou, denegrindo, esse cidadão, a imagem do futebol catarinense", disse.

"Péssimo elemento, descompromissado com a verdade e com aquilo que se deve fazer numa final, arbitrar sem olhar quem. Péssima arbitragem. Estamos entrando com a solicitação de suspensão desta partida, embora a gente saiba o resultado. A gente sabe de tudo isso".

"Não vamos nos calar diante da tamanha vergonha que tivemos em Florianópolis. O Avaí poderia ter vencido com dignidade. Não precisava de comprometimento com arbitragem, de jeito nenhum. Esse título foi comprometido com a falta de qualidade e inverdade", finalizou Maninho.

Depois de toda confusão e após conversar com Plinio, o presidente da Federação Catarinense comentou o assunto. "A possibilidade (de recurso) existe. Se quiser entrar, pode entrar. Tribunal vai julgar se compete. Ele acha que entrou, outro acha que não. Teve o VAR. Direito de reclamar ele tem", disse à rádio Super Condá.

O próprio árbitro Bráulio da Silva Machado defendeu a posição de que a bola do pênalti de Bruno Pacheco não entrou por completo.

"O último lance foi muito ajustado, porém o assistente me passou que a bola não tinha entrado. Por prudência e pelo uso da tecnologia do VAR, decidimos utilizar para confirmar o que havia sido passado pelo assistente. A decisão se confirmou de que a bola não entrou totalmente e ficou 4 a 2 no resultado final, sendo o Avaí campeão", disse o juiz ao repórter Rodrigo Polidoro.

A Chapecoense agora se prepara para o jogo de volta da Copa do Brasil diante do Corinthians - venceu na ida por 1 a 0, em casa - e também para o início do Campeonato Brasileiro, que será no próximo final de semana.

 

Fonte: Ig Esporte

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Domingo Pires assume Secretaria de Assistência Social em Lagoinha do Piauí

Bertolínia Por R10 municípios

Prefeito de Bertolínia destina merenda escolar para alunos carentes

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Dep. Rafael Leitoa partcipa da entrega de leitos de UTI em Timon

José de Freitas-PI Por Ítalo Fonseca

Morre carpinteiro de 64 anos em José de Freitas.

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Covid-19: Saúde de Floriano e FAESF promovem 'live' internacional

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium