Segunda, 26 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

19° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Política Pronunciamento
06/12/2017 15h04 Atualizada há 4 anos
Por: Bruna Sampaio

Tiririca anuncia que deixa a política e desabafa: 'saio totalmente com vergonha'

O deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP) subiu à tribuna da câmara no início da tarde desta quarta-feira (06) para fazer um discurso no qual anunciou, que está 'abandonando' a vida pública e que sai totalmente envergonhado.

“O que eu vi nesses sete anos aqui, eu saio totalmente com vergonha. Não vou generalizar, não são todos. Tem gente boa  aqui dentro como em qualquer outra profissão. Eu gostaria de fazer só um pedido de gente, de povo, que vocês tivessem um olhar pelo nosso país, pela nossa saúde, pelo nosso povo", disse. 

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

"Não fiz muita coisa, mas fiz o que sou pago para fazer, votar de acordo com o povo. Eu seria hipócrita se saísse daqui e não falasse que estou decepcionado com a politica brasileira. Eu ando de cabeça erguida porque não fiz nada de errado. Mas eu acho que muitos dos senhores não têm essa coragem, andam até disfarçados. A gente é bem pago, a gente tira livre R$ 23 mil, a gente tem apartamentos, direito a carro, toda essa mordomia", completou. 

Continua depois da publicidade

Tiririca está no sétimo ano consecutivo de seu mandato. Ele foi o parlamentar mais bem votado nas eleições de 2010, com 1,3 milhão de votos, mas admitiu que se candidatou apenas para tentar ganhar visibilidade como artista. Ultimamente, vinha criticando o Congresso Nacional e dizia não ter o “jogo de cintura” exigido para ser político.

Segundo a assessoria de imprensa do deputado, ele terminará o mandato em 2018, mas não pretende concorrer à reeleição ou a qualquer outro cargo.

Em 2014, Tiririca foi reeleito com 1,016 milhão de votos. No segundo mandato, votou tanto a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) quanto pela abertura de investigação contra Michel Temer, mesmo com a pressão da direção partidária sobre ele.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp