Segunda, 21 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
Internacional - Igualdade

Postada em 17/05/2019 ás 10h15

Publicada por: Bruno Paz

Taiwan se torna o primeiro país da Ásia a legalizar união gay
A conquista foi bastante comemorada pela comunidade LGBT do país.
Taiwan se torna o primeiro país da Ásia a legalizar união gay

Foto: REUTERS/Tyrone Siu/Direitos Reservados

Taiwan se tornou nesta sexta-feira (17) o primeiro país da Ásia a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os parlamentares taiwaneses aprovaram, por 66 votos a favor e 27 contra, uma lei que autoriza "uniões permanentes exclusivas" para casais do mesmo sexo e permite que eles solicitem um "registro de casamento" em agências governamentais.

A votação de hoje deu aos casais do mesmo sexo quase todos os direitos associados a um casamento, que incluem questões como impostos, seguro e guarda de crianças. No entanto, não foi incluída na legislação a equiparação completa dos direitos de adoção. Casais homossexuais de Taiwan poderão registrar seu casamento a partir de 24 de maio.

A votação ocorreu no Dia Internacional Contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia e representou uma grande vitória para a comunidade LGBT do país. A votação foi acompanhada, perto do Parlamento taiwanês, por milhares de defensores dos direitos dos homossexuais, que se abraçaram sob chuva quando a aprovação foi anunciada.

Mais de 35 mil pessoas marcharam pelas ruas de Taipé até o Parlamento, pedindo aos legisladores que não discriminassem pessoas do mesmo sexo que desejassem se casar e que votassem a favor da união civil igualitária.

A Aliança de Taiwan para Promover os Direitos de Parceria Civil afirmou que a votação favorável significa que o país abriu "nova página em sua história".

A presidente da República da China (nome oficial de Taiwan), Tsai Ing-wen, saudou o resultado como "grande passo em direção à verdadeira igualdade". O texto mais progressista sobre o assunto, e que foi aprovado, foi apresentado pelo partido dela.Grupos conservadores afirmaram que a aprovação não reflete a vontade da população. Parlamentares da ala conservadora tentaram remover referências ao casamento e propuseram outro nome para as uniões do mesmo sexo, mas esses projetos foram descartados.

Fonte: Agência Brasil

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

60 anos de Levi Schalcher - Clicks e Vídeo

São João da Serra Por Cosme Jales

Projetos do Social e Educação aprovados por unanimidade

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Ladrões não perdoam e furtam até bicicleta no Norte do Piauí

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Prefeitura de Lagoinha realiza festa em homenagem ao dia dos professores

Capitão de Campos Por Celso Oliveira

Capitão de Campos: Prefeitura inicia o campeonato com times da zona rural

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium