Domingo, 26 de maio de 2019
(86) 99915-1055
redacao@portalr10.com
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
milton.atanazio@gmail.com
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

milton.atanazio@gmail.com

(61) 98191-9906

Política - Bolsonaro

Postada em 17/05/2019 ás 14h11 - atualizada em 17/05/2019 ás 14h27

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Atualização das Notícias - 17 de maio - sexta-feira
Veja quais são as notícias de destaque hoje nos matutinos brasileiros
Atualização das Notícias - 17 de maio - sexta-feira

G1 em 1 Minuto: 'Querem me atingir', diz Bolsonaro sobre quebra do sigilo do filho Flavi

Bolsonaro: ‘não vão me pegar’; Presidente do Inep é demitido após 17 dias no cargo. Jornais de sexta (17) Veja quais são as notícias de destaque nos matutinos brasileiros

O Estado de S.Paulo dá destaque, na sua primeira página, às declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre as investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro nas contas bancárias de seu filho, Flávio Bolsonaro.

Para o político, as investigações tem o objetivo de atingi-lo. "Querem me atingir? Venham pra cima de mim. Querem quebrar meu sigilo, eu sei que tem de ter um fato, mas eu abro o meu sigilo. Não vão me pegar”, disse o presidente durante sua viagem aos Estados Unidos.

Segundo o Estadão, Bolsonaro se incomodou com as perguntas sobre a investigação e a quebra de sigilo de Flávio e afirmou que estão fazendo um "esculacho" em cima de seu filho.

O presidente também questionou a autorização para quebra de sigilo bancário de 93 pessoas nas mesmas investigações. "Qual a intenção disso? 93 pessoas? Eu não quero acusar outras pessoas, mas está escandaloso esse negócio, está escandaloso", questionou.

"'Venham para cima de mim. Não vão me pegar', diz Bolsonaro". É o que sublinha a manchete do Estadão.

G1 em 1 Minuto: 'Querem me atingir', diz Bolsonaro sobre quebra do sigilo do filho Flavio (CLICAR NO LINK) https://g1.globo.com/g1-em-1-minuto/video/g1-em-1-minuto-querem-me-atingir-diz-bolsonaro-sobre-quebra-do-sigilo-do-filho-flavio-7620766.ghtml

Na sua primeira página, O Globo destaca a demissão de Elmer Vicenzi, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O matutino lembra que Elmer foi demitido nesta quinta-feira (16), depois de passar apenas 17 dias no cargo.

Oficialmente, o Ministério da Educação informou que Elmer Vicenzi pediu para sair do comando do Inep, órgão responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No entanto, o jornal afirma que ele foi responsabilizado por informação equivocada dada pelo ministro Abraham Weibtraub, sobre o Enem.

Em outro destaque na primeira página, O Globo informa que cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriram um novo vírus em circulação no Rio, chamado de "mayaro" e que causa uma doença com sintomas muito semelhantes ao chicungunha.

De acordo com os pesquisadores, o temor que existia desde 2015 sobre a possibilidade de o vírus se estabelecer em grandes cidades do Sudeste se concretizou. Os testes de laboratório indicam que o vírus pode ser transmitido tanto pelo mosquito Aedes como pelo pernilongo comum, o que potencializa os riscos de uma epidemia.

O matutino carioca alerta que a chegada do vírus mayaro aumenta os desafios e dificuldades de controlar doenças transmitidas por mosquitos em um país que já vive um abismo sanitário.

Em sua manchete, O Globo explica a alta do dólar, que chegou a ser cotado em R$ 4,035 nesta quinta-feira (17), o maior valor desde setembro. Segundo o matutino carioca, o temor entre investidores é de que a falta de articulação política do governo atrapalhe a aprovação da reforma da Previdência.

O Ibovespa fechou o dia com 90.024 pontos e recuo de 1,75% no menor patamar do ano. O Globo destaca que a bolsa já operava em queda, mas o alerta do Ministério Público sobre um possível rompimento de uma mina da Vale agravou o cenário.

O Globo aponta ainda que, apesar de o dólar ter subido numa escala global, o cenário interno brasileiro fez com que o real tenha sido a moeda que mais perdeu valor frente à americana. "Tensão política e economia fraca levam dólar a R$ 4", diz o título principal do Globo.

A Folha de S.Paulo afirma, em seu título principal, que, com o contingenciamento de recursos anunciado pelo governo, as universidades federais retrocederam ao patamar de uma década atrás no que diz respeito ao montante disponível para custeio e investimentos.

De acordo com a Folha, o valor disponível para as instituições ficará em R$ 5,2 bilhões neste ano, a menor cifra registrada desde 2008, quando o ex-presidente Lula começou o programa de expansão do ensino superior. "Verba livre de universidade retrocede a nível pré-2009", destaca a manchete da Folha.

 

Fonte: G1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium