Segunda, 16 de setembro de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Cajueiro da Praia

Cajueiro da Praia

Correspondente do município.

Cidades - Turismo

Postada em 18/05/2019 ás 11h19 - atualizada em 18/05/2019 ás 11h34

Publicada por: Gilmar Araujo

SPU e a "indústria" das multas, em Cajueiro da Praia
Empresários reclamam da desgovernabilidade do órgão.
SPU e a

Praia da Barrinha (Foto: Divulgação)

A orla das praias piauienses vem se desenvolvendo a cada ano graças aos investimentos de empresários de fora que vêem no litoral do Piauí uma boa oportunidade para implantar um novo negócio. Geração de emprego e renda, tem sido só alguns dos impactos positivos que a atividade turística tem gerado na região. No entanto, na praia da Barrinha, municipio de Cajueiro da Praia, a atividade turística vem sendo comprometida em virtude de inúmeras multas aplicadas pela Superintendência do Patrimônio da União (SPU) ao empreendimento mais conhecido por lá e por sua vez o único gerador de desenvolvimento para a tal comunidade - Bobz Resort.

O grande problema em relação a SPU, é que o órgão não tem respeitado a revisão de praia feita pelo IBAMA em 2013. E, novamente, a Superintendência interveio na construção de barracas que estão sendo construídas pelo Bobz Resort, em parceria com moradores da comunidade (Lourim e Pedim). A parceria, inclusive, foi resultado de um acordo mútuo, que pôs fim à uma construção irregular e sem qualquer tipo de licenças na orla da praia da Barrinha.Segundo o empresário Roberto Zierget as barracas dos moradores que estão sendo reformadas não desrespeitam a linha de praia demarcada. "A nova linha praial é claramente a frente das barracas de praia em reforma. Infelizmente, a SPU continua com a indústria de multas, ignorando a revisão da linha de praia. Com isso, sofre o turismo e a comunidade", conta o empresário.

Conclusão do Relatório técnico da Semar-PI (Reprodução)

A nova linha de praia deveria ter sido homologada pela Superintendência da União em agosto do ano passado. O que não ocorreu.

Um relatório elaborado por técnicos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMAR), em julho de 2017, solicitado pela SPU, à época, concluiu que o empreendimento Bobz Resort está distante 113 metros do fim da linha de praia, portanto, dentro dos parâmetros legais.Mas, porque mesmo não desrespeitando a lei, a SPU continua multando desenfreadamente?

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium