Sexta, 22 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

22° 30°

Teresina - PI

Últimas notícias
Entretenimento Brasileiro
22/05/2019 10h27
Por: Bruna Sampaio

Chico Buarque é o novo ganhador do Prêmio Camões de literatura

Compositor é o primeiro músico a ser eleito pelo principal troféu literário da língua portuguesa.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Chico Buarque é o novo vencedor do Camões, principal troféu literário da língua portuguesa, anunciou o júri na tarde desta terçafeira (21), após reunião na sede da Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Chico foi eleito por unanimidade e vai receber € 100 mil (R$ 452 mil).

Passaram-se horas desde para quem alguém conseguisse avisar a Chico que ele era o vencedor. Luiz Schwarcz, seu editor, Marieta Severo, sua ex-mulher, dois assessores e o júri do Camões desde 16h tentavam contato com Chico — mas ele está em Paris para passar seu aniversário, que é em junho, e não
atendia as ligações. Só por volta de 19h30 eles conseguiram falar.

"Fiquei muito feliz e honrado de seguir os passos de Raduan Nassar", disse o compositor, em breve nota enviada por sua assessoria de imprensa.

O Camões, criado em 1988, elege todo ano um autor de qualquer país falante do português. A escolha é um reconhecimento da obra completa do autor, em vez de apenas a uma obra específica. O último brasileiro eleito havia sido Raduan, autor de "Lavoura Arcaica", em 2016.

No ano passado, o Camões foi para Germano de Almeida, escritor de Cabo Verde. Em nota, o júri do troféu disse que escolheu Chico tanto pela qualidade de sua obra quanto pela sua "contribuição para a formação cultural dediferentes gerações em todos os países onde se fala a língua portuguesa".

Os jurados destacaram ainda o "caráter multifacetado" de seu trabalho, que passa pela poesia, o teatro e o romance. "Seu trabalho atravessou fronteiras e mantém-se como uma referência fundamental da cultura do mundo contemporâneo", diz o júri, na nota.

Entre os autores que já ganharam, Chico é o primeiro que tem na música popular sua obra principal —Jorge Amado, que venceu em 1994, chegou a fazer composições com Dorival Caymmi, mas é mais conhecido por seus livros. O mesmo acontece com Ferreira Gullar, vencedor em 2010, que chegou a compor músicas de sucesso para Fagner — mas também é conhecido principalmente por sua obra poética.

"Evidente que esse prêmio é um reconhecimento pela poesia dele nas letras de música, que também são literárias, não só pelos livros. São poemas. Grandes poemas. A música 'Construção', por exemplo, é um poema até raro de se fazer", diz o escritor Antonio Cicero. 

Fonte: Folha de São Paulo
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®