Quinta, 22 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
Curimatá

Curimatá

Blog do Município.

Cidades - Evento

Postada em 27/05/2019 ás 17h32

Publicada por: R10 municípios

Prefeito de Curimatá participou da coincidência de mandatos na APPM
Entre os assuntos discutidos está a PEC 56/2019 que propõe a unificação das eleições.
Prefeito de Curimatá participou da coincidência de mandatos na APPM

Foto: Gustavo Miranda

Prefeitos piauienses se reuniram com a bancada federal na manhã desta segunda-feira (27), na APPM em Teresina. Entre os assuntos discutidos está a PEC 56/2019 que propõe a unificação das eleições.

O prefeito Valdecir Junior do município de Curimatá, participou do evento e falou ao Portal R10, sobre a coincidência das eleições.

“Eu entendo como sendo uma das causas para a grave crise econômica que o país vive hoje, essa prática de termos uma eleição a cada 2 anos. Como você vê a cada quatro anos nós temos três eleições, além de ser um custo muito elevado para os candidatos também é um custo elevado para o país”, disse o gestor.

Ele ressaltou também a proposta de emenda à constituição com a da unificação de mandatos.

“Ademais a corrupção que vivemos hoje no país, ela também está intimamente ligada à eleição a cada 2 anos, portanto é uma proposta de emenda à constituição a emenda da unificação de mandatos, isso se tornarem eleição mais barata e não sacrificaria tanto o país, porque nós faremos uma eleição tanto de vereador a presidente da república abrindo um compromisso maior por parte de cada de cada um que faz a eleição. O vereador estaria comprometido com o prefeito que estaria comprometido com os deputados estaduais e Federa, com Senador da república e também com presidente da república”, relatou Valdecir.

O gestor falou sobre o compromisso com o país em relação as eleições.

“No meu entendimento é uma proposta que não será fácil porque nós vemos que a deputados e parlamentares que são contra isso, porque alguns parlamentares na seguinte forma, na eleição do prefeito o deputado também terá que ter compromisso com prefeito, vereador e vice-versa e não facilitaria também a ter hoje em cada município, cada pessoa se intitular de liderança política, eu sou uma delas e tenho condições de dar 100, 200, 300 votos para um deputado. Então essa prática que vemos no dia a dia da profissão, está intimamente ligada com a eleição a cada 2 anos, portanto seria uma maneira de você fortalecer os partidos e identificar quem realmente é liderança política.  Um comprometimento maior do país com relação às eleições, portanto sou favorável, não é fácil, mas a gente vê aqui mesmo que há deputados que ainda não tem um posicionamento firmado, agora se for vai facilitar para todo mundo e diminuir a corrupção que existe no país”, disse o prefeito.

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium