Sábado, 22 de Janeiro de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

27°

24° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.
Política COAF
29/05/2019 12h21
Por: Jornalista Milton Atanazio

Após Congresso manter Coaf na Economia, Onyx diz que 'todos os órgãos são..

Após Congresso manter Coaf na Economia, Onyx diz que 'todos os órgãos são de Estado'

Para Onyx, eventuais modificações feitas pela Câmara ou pelo Senado são normais e naturais. Proposta original do governo previa Coaf no Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira (29), durante sessão no plenário da Câmara dos Deputados — Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
O ministro Onyx Lorenzoni, da Casa Civil, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, na manhã desta quarta-feira (29), durante sessão no plenário da Câmara dos Deputados — Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

Um dia depois de o Senado sacramentar a mudança do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) do Ministério da Justiça e Segurança Pública para o da Economia, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que todos os órgão são de Estado e serão preservados.

O ministro deu a declaração na saída da Câmara dos Deputados, onde participou de uma sessão solene em homenagem ao humorista Carlos Alberto de Nóbrega.

Onyx afirmou que o Congresso poderia ter modificado em até 100% a medida provisória que promoveu uma reforma administrativa na Esplanada, mas em vez disso aprovou a matéria com 95% de sua integralidade, segundo chefe da Casa Civil.

"Nós conseguimos aprovar a reforma administrativa que trocou 29 ministérios, que eram cabide de emprego, por 22 ministérios para servir o Brasil", disse o ministro.

Para Onyx, eventuais modificações feitas pela Câmara ou pelo Senado são normais e naturais.

"Cabe ao parlamento, que representa a sociedade de maneira majoritária fazer algumas alterações que foram pontuais e o governo vai solucionar isso. Afinal de contas, todos os órgãos são de Estado e esses órgãos de Estado serão preservados. No nosso governo foram qualificados, fortalecidos e vão continuar prestando um excelente serviço ao nosso Brasil", completou.

Fonte: g1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp