Domingo, 12 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - No Senado

Postada em 03/06/2019 ás 14h30

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Desarticulação do governo fica evidente com prazo limite para votação de MP
O governo errou ao não fazer uma mobilização bem antes e ter deixado a proposta ficar para o último
Desarticulação do governo fica evidente com prazo limite para votação de MP

O governo errou ao não fazer uma mobilização bem antes e ter deixado a proposta ficar para o último momento

Desarticulação do governo fica evidente com prazo limite para votação de MP no Senado

Gerson Camarotti comenta sobre medida provisória contra fraudes no INSS

(Clicar no link) https://globoplay.globo.com/v/7662879/

Apesar de jogar a responsabilidade no Senado Federal pela votação, em cima do prazo, da medida provisória para combater fraudes no INSS, o governo errou ao não fazer uma mobilização bem antes e ter deixado a proposta ficar para o último momento.

O Senado tem até esta segunda-feira (3) para votar a MP, que estabelece uma espécie de pente-fino para evitar fraudes na Previdência. Se a proposta não for votada, perderá a validade. Por isso a pressa.

Segundo aliados do próprio governo no Congresso, isso explicita uma desarticulação na relação com o parlamento. Apesar da MP ser considerada fundamental pelo governo, senadores avaliam que o episódio deve servir de alerta para as próximas votações.

"Não podemos deixar que a situação chegar nessa limite. Haverá mobilização. Mas o governo errou ao não ter mobilizado antes a base na Câmara, já que a matéria só chegou ao Senado em cima da hora (na semana passada)", disse ao blog um senador próximo ao Planalto.

Aliados do governo chegaram a fazer pressão pelas redes sociais para que os senadores compareçam ao plenário nesta segunda para votar a matéria. Tradicionalmente, o quórum costuma ser baixo no Congresso às segundas-feiras.

Fonte: g1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium