Quarta, 19 de junho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Política - Paralisação

Postada em 11/06/2019 ás 15h24

Publicada por: Bruno Paz

Centrais sindicais preparam greve-geral para próxima sexta-feira
A ação tem como alvo principal, a proposta da reforma da Previdência.
Centrais sindicais preparam greve-geral para próxima sexta-feira

Foto: André Ávila / Agencia RBS - Manifestação de maio contra cortes na educação.

As centrais sindicais farão uma greve geral na próxima sexta-feira (14) para a qual preveem a paralisação de serviços de transporte público em grandes cidades. A ação tem como principal alvo a proposta de reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados.

Outros temas também entraram na pauta, em especial o corte de recursos na educação, que foi principal mote de protestos nos dias 15 e30 de maio, e contra o próprio governo Bolsonaro.

A paralisação tem a adesão de centrais como Força Sindical, Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da União Geral dos Trabalhadores (UGT).

Ela foi definida pelo grupo no dia 1º de maio, em evento no vale do Anhangabaú, em São Paulo. A partir daí, passaram a ser feitas assembleias com trabalhadores das diferentes categorias filiadas a elas para aprovação da paralisação.

Ricardo Patah, presidente da UGT, diz que a central busca privilegiar o diálogo, mas não tem sido ouvida nos debates sobre a Previdência. Por isso, a UGT decidiu intensificar sua participação na greve nos últimos dias, afirma.

Segundo Patah, , em assembleia realizada nessa segunda (10), profissionais dos transportes decidiram não trabalhar na sexta.

Ele espera paralisação em categorias como motoristas de ônibus, motoboys, taxistas, caminhoneiros e profissionais de limpeza urbana.

Patah diz serem necessárias mudanças na Previdência para que ela se torne mais transparente e justa, mas critica a proposta do governo, em especial o sistema de capitalização (a partir do qual cada trabalhador passa a ter um fundo próprio para sua aposentadoria).

"Como o trabalhador da iniciativa privada fará um fundo de capitalização em um país com mais de 12 milhões de desempregados? Impossível", disse.

Fonte: Gaúcha Zh

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Acusado de assaltar a loja J Amorim móveis é preso no Distrito Federal

Antônio Almeida Por Leonardo Soares

Lúcia Eventos anuncia "Walkiria Estarley" no festejo de N. Sr.ª Sant'Ana

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Campo Maior avança nos indicadores sociais do município

São João da Serra Por Cosme Jales

Centro de diagnóstico móvel já em São João da Serra

Oeiras Por Thainah Cortez

Oeiras conquista Selo Ambiental na categoria A do ICMS Ecológico

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium