Terça, 18 de junho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Personal e executive coaching super banner
Teresina - Ajuda

Postada em 14/06/2019 ás 14h35

Publicada por: Bruna Dias

Veja locais que contribuem com a prevenção do suicídio em Teresina
Além da rede do SUS, existem organizações filantrópicas que oferecem o serviço.
Veja locais que contribuem com a prevenção do suicídio em Teresina

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira (14), a Fundação Municipal de Saúde (FMS), que coordena o Núcleo de Estudos e Prevenção ao Suicídio do Município, divulgou locais que contribuem com a prevenção e posvenção do suicídio para que pessoas com ideações suicidas e familiares saibam onde buscar tratamento gratuito na capital piauiense. Além da rede do SUS, existem organizações filantrópicas que oferecem o serviço.

Em Teresina, a FMS mantém o PROVIDA, que é um ambulatório especializado e fica localizado no Centro de Saúde Lineu Araújo, no centro sul da cidade. “O local conta com psicólogos e psiquiatras e atende por demanda espontânea”, afirma Luanna Bueno, gerente de saúde mental.

Ela explica que, além do PROVIDA, existem sete Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que possuem equipe multiprofissional e acolhem pessoas com transtornos mentais severos. “Já em casos de transtornos leves, as pessoas podem buscar uma das 90 Unidades Básicas de Saúde. Se houver necessidade, na própria Unidade é marcada consulta para psicólogos e psiquiatra, nos ambulatórios”.

Agora, em caso de urgência psiquiátrica, como surto psicótico ou tentativa de suicídio, a população pode acionar o SAMU, por meio do número gratuito 192 ou ir por meios próprios para o Hospital Areolino de Abreu, local que possui psiquiatras 24 horas e é o hospital referência em atendimento de urgência psiquiátrica. Outra opção é se dirigir aos CAPS.

O suicídio é um grave problema de saúde pública, que pode ocorrer por múltiplos fatores. Segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos casos estão relacionados a transtornos mentais, que podem ser prevenidos e tratados. Além disso, uma vez informada sobre o tema, a população pode contribuir com a diminuição dos fatores de risco e com o aumento dos fatores de proteção.

A FMS informa ainda que discutir sobre o suicídio é fundamental para a sua prevenção, alertando que essa discussão deve ser de forma responsável e útil: não se pode divulgar casos individualizados para não impulsionar outras pessoas a terem a mesma conduta. A Organização Mundial de Saúde recomenda que se fale sobre estatísticas, sobre a importância da saúde mental, que as doenças mentais têm tratamento, além de informar amplamente locais que fornecem ajuda.

Conheça também as organizações filantrópicas que contribuem com a prevenção do suicídio em Teresina:

1.Centro de Valorização da Vida (CVV) – Telefone: 188 (disponibiliza linha telefônica para conversa amiga);

2.Centro Débora Mesquita (CDM) – Telefone: (86)99827-3343/ 98894-5742 (faz palestra sobre doenças mentais e suicídio, fornece atendimento psicológico e tem grupo destinado às pessoas que perderam um ente querido por suicídio);

3.Grupo Contato Apoio Contato e Esperança (GRACE) – Telefone: (86)3237-0077/3237-0202 (disponibiliza linha telefônica para conversa amiga, atende presencialmente na sede e também faz visita domiciliar).

Fonte: PMT

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Joaquim Pires-PI Por João Victor

Prefeito Genival Bezerra inaugura Academia ao Ar Livre na zona rural

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Idosos realizam o Arraia da Roça

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

11º BPM-MA/Timon prende dupla e recupera mais uma moto roubada

Amarante-PI Por Diogo Costa

Prefeitura leva curso de biscuit a famílias do bairro Várzea em Amarante

Colônia do Gurgueia Por Geney Ribeiro

Saúde de Colônia do Gurgueia lança o Projeto Jogo de Cintura Col

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium