Segunda, 25 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

33°

25° 35°

Teresina - PI

Últimas notícias
Geral Perícia
16/06/2019 08h57
Por: Bruna Dias

Assassino disparou 13 tiros contra ator e seus pais, aponta laudo

O laudo necroscópico do ator Rafael Miguel, 22 anos, mostra que ele foi morto com sete tiros. Ele foi assassinado no domingo (9) pelo próprio sogro, o comerciante Paulo Cupertino Matias, 48, que não aceitava o relacionamento do jovem com sua filha, Isabela Tibcherani, 18.

De acordo com a TV Globo, que teve acesso ao documento, o ator foi baleado uma vez na cabeça, uma no peito, três nas costas e duas no braço esquerdo. Ao todo, 13 tiros foram disparados - os seis restantes atingiram e mataram os pais do jovem.

Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

O pai, João Alcisio Miguel, 52, foi atingido quatro vezes: um tiro no peito, dois o braço esquerdo e um no braço direito. Já a mãe, Miriam Selma Miguel, 50, morreu após ser baleada duas vezes, no peito e no ombro. A quantidade de tiros indica que Paulo usou uma pistola.

O pai de Isabela fugiu após os três assassinatos. De acordo com investigação policial, o criminoso utilizou ao menos dois veículos para escapar: um Renault Kwid vermelho, logo depois do crime, e um outro veículo de cor escura no dia seguinte.

O carro vermelho foi localizado dois dias depois das mortes, a cerca de 600 metros do local do crime. O automóvel foi apreendido e passou por perícia. Segundo a investigação, a placa é clonada.

O outro veículo foi flagrado por uma câmera de segurança de um posto de gasolina na segunda-feira (10). No entanto, não é possível ver nas imagens quem dirigia o carro. Apesar disso, os investigadores descobriram que uma parente do criminoso pagou pelo combustível.

O veículo foi localizado na sexta (14) e não está no nome dessa parente. A dona do carro foi procurada e afirma não conhecer o criminoso.

Fonte: Correio 24h
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp