Quinta, 06 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

30°

22° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Polícia Prisão
19/06/2019 11h23 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Funcionários da Cepisa são presos pelo Greco em Teresina

Foto: Reprodução/MN
Foto: Reprodução/MN

Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) prendeu nessa terça-feira (18), em Teresina, três funcionários da Cepisa por furto de energia. 

Na residência de um dos funcionários, localizada no Parque Piauí, a polícia encontrou um medidor fraudado. Os outros dois foram presos por prevaricação.

A Equatorial Energia Piauí informa que, ao tomar conhecimento de suspeita de furto de energia contra colaborador, terceirizado, formalizou notícia-crime junto à Polícia Civil.

Continua depois da publicidade

Em nota, a Equatorial/Cepisa informou que "já solicitou o desligamento por justa causa dos colaboradores envolvidos".

Veja a nota na íntegra:

No final da tarde de ontem (18), em operação conduzida pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), o colaborador foi preso em flagrante depois de constatada a irregularidade no equipamento de medição do seu domicílio.

No momento da prisão, ele denunciou a participação de dois colaboradores, contratados de empresa prestadora de serviços à distribuidora, que também foram detidos na ação policial. A Empresa esclarece que tem acompanhado as investigações da Polícia e que já solicitou o desligamento por justa causa dos colaboradores envolvidos.

A Equatorial Energia Piauí faz valer um rígido código de ética para seus colaboradores próprios e terceirizados e não compactua em nenhuma hipótese com práticas como a que levou essas três pessoas à prisão.

A Concessionária ressalta que o furto de energia é um crime, previsto no Código Penal brasileiro, que prejudica a toda a sociedade, impactando na qualidade e na segurança do fornecimento de energia elétrica, além de comprometer a arrecadação de impostos que poderiam ser aplicados em áreas essenciais como saúde e educação.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp