Sábado, 11 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Banner Governo Junho
Amarante-PI

Amarante-PI

Correspondente do município.

Cidades - Investigação

Postada em 04/07/2019 ás 17h02

Publicada por: Diogo Costa

Polícia de Amarante indicia suspeitos de incêndio da Cachaça Lira
Finalizando as investigações.
Polícia de Amarante indicia suspeitos de incêndio da Cachaça Lira

Reprodução / Divulgação

A Polícia Civil de Amarante concluiu nesta quinta-feira(4) a investigação do incêndio ao canavial da Cachaça Lira. Segundo o delegado Otony Nogueira Neto – que esteve à frente da investigação, os resultados apontam para ação humana com dolo em razão da intenção de provocar a queimada.

O serviço de inteligência da polícia, além de descobrir onde o foco do incêndio começou, já indiciou três pessoas pelo incêndio, um dos maiores já registrados na história do canavial.

Em poder do relatório de perícia de incêndio, o delegado confirma que a inexistência de uma testemunha ocular não foi empecilho para a investigação.

“Havia uma carência de testemunha ocular, mas isso não foi empecilho para indiciar as pessoas. Com imagens aéreas de drone, a gente teve uma real noção de amplitude da devastação”, disse o delegado Otony.

Segundo ele, o dolo se caracteriza pela intenção de provocar a queimada, mesmo sem a noção da amplitude que teria o incêndio. Os envolvidos deverão responder também pela morte de animais silvestres.

O incêndio, ocorrido há menos de 1 ano, teve grandes proporções causando prejuízos diversos à produção da cachaça. Além do canavial destruído, segundo informações do empresário Haroldo Lira, dez famílias ficaram desempregadas.

Concluído o inquérito pela Polícia Civil, o caso deve ser denunciado pelo Ministério Público. Ainda conforme a investigação, o delegado afirmou que o fogo teve início nas proximidades do Sindicado dos Trabalhadores em Educação do Piauí (Sinte), tendo avançado para o canavial.

Participaram da elaboração do relatório de perícia de incêndio o Corpo de Bombeiros, a Polícia Civil de Amarante e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar). De acordo com a Polícia Civil, o inquérito deverá ser entregue ainda nesta quinta-feira à Justiça para apreciação do Ministério Público.

 

 

Fonte: Somos Notícia

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium