Terça, 10 de dezembro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
86 2107-5800 / 5847
OAB-PI

OAB-PI

OAB-PI Notícias sobre o que acontece na área da advocacia piauiense.

[email protected]

86 2107-5800 / 5847

Geral - Piauí

Postada em 15/07/2019 ás 10h38 - atualizada em 15/07/2019 ás 11h09

Publicada por: Redação

OAB Piauí sedia abertura do Operação “João de Barro” do Projeto Rondon
Lideranças comunitárias, professores, agentes de saúde, servidores públicos e a comunidade em geral.
OAB Piauí sedia abertura do Operação “João de Barro” do Projeto Rondon

Foto: Reprodução Facebook

Representando a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, a Conselheira Estadual Juliana Paz, também Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos dos Animais, integrou a mesa de honra da cerimônia de abertura da Operação “João de Barro” do Projeto Rondon. O evento aconteceu na sede da OAB Piauí, na manhã deste sábado (13), e reuniu autoridades do Poder Público. O Projeto Rondon leva a Operação a 12 municípios do Estado, entre os dias 12 e 28 de julho de 2019.

A Operação João de Barro pretende impactar lideranças comunitárias, professores, agentes de saúde, servidores públicos e a comunidade em geral, capacitando-os nas áreas de saúde, educação, direitos humanos e justiça, cultura, trabalho, meio ambiente, tecnologia e produção e comunicação.

“Para nós da OAB Piauí é de extrema relevância recebermos um evento que trabalha com o meio ambiente, o social e a diversidade cultural. A nossa entidade também trabalha com esses eixos, por meio da Comissões Temáticas, por isso a importância de estreitarmos as relações com um Projeto tão relevante. Vocês conhecerão,in loco, a realidade do nosso Piauí e poderão trazer dados importantes para nós também. A Casa da Cidadania está sempre à disposição para acolhê-los no que for necessário”, frisou a Conselheira Seccional Juliana Paz.

O Projeto Rondon, nesta operação, contará com o apoio do 25º Batalhão de Caçadores e do 3° Batalhão de Engenharia e Construção, que proporcionarão o suporte logístico e a segurança necessários às atividades.

O Projeto Rondon

O Projeto Rondon teve início em julho de 1967 com a Operação “Piloto”, ou Operação “Zero”. Contou com a participação de 30 alunos e 02 professores universitários da Universidade do Estado da Guanabara, hoje Universidade do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro que, durante 28 dias, realizaram trabalhos de levantamento, pesquisa e assistência médica no Território Federal de Rondônia. No entanto, o Projeto Rondon teve suas atividades encerradas no ano de 1989. Em janeiro de 2005, na cidade de Tabatinga, no Amazonas, o Projeto Rondon foi relançado, sob coordenação do Ministério da Defesa e, desde então, é conduzido em estreita parceria com o Comitê de Orientação e Supervisão (COS), criado pelo Decreto de 14 de janeiro de 2005, substituído pelo Decreto nº 9.848, de 25 de junho de 2019.

Desde o relançamento, em 2005, o Projeto Rondon realizou 82 operações, em 1.213 municípios de 24 unidades da federação, com a participação de 2.306 instituições de ensino superior e 22.896 rondonistas (universitários e professores), alcançando cerca de 2 milhões de pessoas.

Com informações: CCS do Projeto Rondon

Fonte: OAB Piauí

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium