Quarta, 21 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Geral - Aviação

Postada em 18/07/2019 ás 14h32

Publicada por: Bruna Sampaio

Empresa aérea pede que mães se cubram para amamentar
A companhia recebe uma chuva de críticas nas diferentes redes sociais.
Empresa aérea pede que mães se cubram para amamentar

Foto: Pixabay/Divulgação

A KLM, companhia aérea da Holanda, passou a pedir às mães que se cubram enquanto amamentam seus filhos durante o voo para "garantir que passageiros de todos as origens se sintam cômodos a bordo".

Em resposta a uma pergunta de uma usuária sobre a política da companhia aérea para a lactação materna em uma rede social, a companhia afirmou que é permitido amamentar nos voos, mas que, às vezes, é necessário pedir às mães que se cubram "caso outros passageiros se ofendam com isso".

A primeira denúncia sobre esta política foi feita no começo da semana por uma mãe do estado americano da Califórnia, em uma mensagem que foi bastante compartilhada. Ela relatou que, em um voo de São Francisco para Amsterdã, amamentou sua filha de um ano.

"Antes de decolar, uma aeromoça se aproximou com uma manta e me disse que se desejasse continuar, precisaria me cobrir. Eu me neguei porque minha filha não gosta de ser coberta, e isso a incomodaria quase tanto como não dar o peito", continuou a mulher.

Angel apresentou uma queixa formal à KLM e a resposta foi que "a reação desta aeromoça está em linha com a política da companhia", o que levou a mãe a publicar a denúncia e a resposta da companhia holandesa.

A mãe lamentou que a companhia aérea "prefira manter valores antiquados que envergonham os corpos das mulheres" e pediu a outras mães que não voem com a KLM se pretendem amamentar seus filhos durante a viagem.

Um porta-voz da companhia ressaltou que a companhia aérea internacional transporta "passageiros com uma variedade de origens" e garantiu que "se queixam com o pessoal" da cabine se virem uma mãe amamentar.

"Para manter a paz a bordo, em tais casos, tentaremos encontrar uma solução aceitável para todos e que mostre respeito à comodidade e ao espaço pessoal de todos. Isso pode incluir pedir a uma mãe que cubra seu peito", acrescentou o porta-voz.

Desde quarta-feira (17), a companhia recebe uma chuva de críticas nas diferentes redes sociais, na maioria exigindo transferir a outro assento o passageiro que se queixe e não a mãe que está amamentando o bebê, e lamentando que a companhia "não apoie" a lactação materna.

Fonte: G1

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Redenção do Gurgueia Por Ampario Gil

Jovem acadêmico do curso de História é um dos 13 (treze) concorrentes

Colônia do Gurgueia Por Geney Ribeiro

O Município de Colônia do Gurgueia está organizando a feira das estrelas

Miguel Leão Por Edverton de Oliveira Monte

Maquinas chegam a Miguel Leão para obra de pavimentação

Oeiras Por Thainah Cortez

Biblioteca de Oeiras recebe acervo de livros de escritores piauienses

Monsenhor Gil Por Alberto Junior

Gestão realiza atividades nas escolas através do PSE

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium