Quarta, 21 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
Política - Norte e Nordeste

Postada em 21/07/2019 ás 11h30

Publicada por: Gustavo Miranda

Governadores 'manipulam' eleitores, diz Bolsonaro
A declaração do presidente sobre os gestores ainda está repercutindo.
Governadores 'manipulam' eleitores, diz Bolsonaro

Foto: Divulgação/Reuters

Opresidente Jair Bolsonaro reagiu nesse sábado(20), a críticas de governadores do Nordeste e disse que eles tentam manipular os eleitores por meio da desinformação.

"Eles são unidos. Eles têm uma ideologia, perderam as eleições e tentam o tempo todo através da desinformação manipular eleitores nordestinos", afirmou Bolsonaro, ao deixar o Palácio da Alvorada para levar a filha Laura para aula de equitação.

Na sexta-feira (19), pouco antes de um café da manhã com jornalistas de veículos estrangeiros, Bolsonaro se voltou para o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e disse para "não dar nada" ao governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB.

O áudio foi captado pela TV Brasil, emissora pública ligada ao governo. Há trechos inaudíveis da conversa e não é possível entender o contexto. "Daqueles governadores de 'Paraíba', o pior é o do Maranhão. Não tem de ter nada para esse cara."

Em nota, os governadores do Nordeste consideraram a fala uma forma de retaliação. Em sua rede social, Dino sugeriu ainda que Bolsonaro citou "Paraíba" para se referir a todos os nordestinos, o que não fica claro no trecho em que é possível ouvir a conversa. O termo "paraíba" é uma forma pejorativa usada principalmente no Rio para se referir a migrantes nordestinos.

Bolsonaro disse ontem que foi "uma crítica em três segundos" e que a imprensa "fez uma festa" com a declaração. Questionado sobre se a declaração pode atrapalhar a votação da reforma da Previdência na Câmara, Bolsonaro disse que o Parlamento não "é tão raso".

'Antipatriótico'

Integrante da Comissão da Anistia, o general da reserva Luiz Rocha Paiva criticou ontem as declarações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro de que "não vai dar nada" para o governador do Maranhão. Segundo ele, o comentário foi "antipatriótico" e "incoerente".

"Tem de ter calma, mas mostrar para ele (Bolsonaro) o quanto perdeu com essa grosseria com que menosprezou uma região do Brasil e seus habitantes. Um comentário antipatriótico e incoerente para quem diz 'Brasil acima de tudo'", disse o general. Ele acrescentou que não se trata de uma defesa dos governadores da região, mas dos seus "irmãos nordestinos". "O Nordeste é o berço do Brasil. Sabia disto, presidente?".

Fonte: O Estado de S.Paulo

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Redenção do Gurgueia Por Ampario Gil

Jovem acadêmico do curso de História é um dos 13 (treze) concorrentes

Colônia do Gurgueia Por Geney Ribeiro

O Município de Colônia do Gurgueia está organizando a feira das estrelas

Miguel Leão Por Edverton de Oliveira Monte

Maquinas chegam a Miguel Leão para obra de pavimentação

Oeiras Por Thainah Cortez

Biblioteca de Oeiras recebe acervo de livros de escritores piauienses

Monsenhor Gil Por Alberto Junior

Gestão realiza atividades nas escolas através do PSE

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium