Sábado, 20 de outubro de 2018
(86) 99915-1055
Geral - Ano eleitoral

Postada em 18/12/2017 ás 10h44 - atualizada em 18/12/2017 ás 16h23

Publicada por: Redação

Fonte: G1

TSE aprova calendário das eleições 2018; confira
Ficou para o ano que vem a definição de normas para definir como será a adoção do voto impresso, que poderá alcançar somente 30 mil das cerca de 500 mil urnas eletrônicas.
TSE aprova calendário das eleições 2018; confira

Foto: G1

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta segunda-feira (18) o calendário das eleições de 2018, quando estarão em disputa a Presidência da República, governos estaduais, além das cadeiras para senadores, deputados federais e deputados estaduais.

Veja as principais datas aprovadas pelo TSE:

7 de abril: último dia para governadores, presidente da República e prefeito deixarem o mandato, caso queiram disputar a eleição para outro cargo;

10 de abril: dia a partir do qual fica vedado aumento salarial para servidores públicos. O aumento é proibido até a posse dos eleitos, a não ser que seja um reajuste para recompor perda de poder aquisitivo no ano;

9 de maio: último dia para o eleitor regularizar o título e fazer atualizações no cadastro;

18 de junho: data em que a Justiça Eleitoral vai divulgar o valor do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. O fundo é uma novidade instituída pela minirreforma eleitoral;

7 de julho: fica proibida a contratação ou demissão sem justa causa de servidor público.

20 julho a 5 de agosto: período para convenções partidárias escolherem as coligações e candidatos.

15 de agosto: último dia para os partidos registrarem no TSE os candidatos;

16 de agosto: início da propaganda eleitoral

2 de outubro: data a partir da qual, até o dia da eleição, nenhum eleitor pode ser preso, salvo em flagrante;

7 de outubro: dia do 1º turno;

12 de outubro: início da propaganda eleitoral do 2º turno;

28 de outubro: dia da votação do 2º turno.

Outras normas aprovadas

Na sessão, a Corte eleitoral também aprovou diversas normas de organização do pleito, referentes sobretudo à forma de fiscalização da propaganda eleitoral, ao registro de pesquisas de intenção de voto e registro de candidaturas.

As regras contidas nas resoluções seguem a lei eleitoral, incorporando inclusive a minirreforma política aprovada neste ano, e detalham procedimentos a serem adotados pela Justiça Eleitoral, sobretudo em relação a prazos e formalidades nos processos judiciais.

Ficou para o ano que vem a definição de normas para definir como será a adoção do voto impresso, que poderá alcançar somente 30 mil das cerca de 500 mil urnas eletrônicas. Também ficou para 2018 a definição de regras para o combate às “fake news”, notícias falsas que podem desequilibrar o pleito.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Alto Longá Por R. Bezerra

Escolinha de Futebol, Secretaria de Esportes Comemoram o Dia das Crianças.

Luzilândia Por JotaB Damasceno

Luzilândia: KI-bixiga realiza projeto social Criança Feliz no Palmares

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Prefeito professor Ribinha prestigia homenagem aos médicos em Campo Maior

Cristino Castro-PI Por Rai Lima

Secretaria de Assistência Social promove Curso de Culinária em Salgados

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Adventure Viagens apresenta excursão para Beberibe – CE

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium