Quarta, 15 de julho de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
86 2107-5800 / 5847
OAB-PI

OAB-PI

OAB-PI Notícias sobre o que acontece na área da advocacia piauiense.

[email protected]

86 2107-5800 / 5847

Geral - Acessibilidade

Postada em 06/08/2019 ás 11h13

Publicada por: Redação

Mulheres de Visão capacitará 40 mulheres cegas para o mercado de trabalho
O projeto terá duração de três anos.
Mulheres de Visão capacitará 40 mulheres cegas para o mercado de trabalho

Foto: Divulgação

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, sediou o lançamento do Projeto “Mulheres de Visão” que capacitará 40 mulheres cegas para transformá-las em empreendedoras. Organizado da Escola Comradio e o Instituto ILEVE, em parceria com a Fundação Interamericana (IAF) e apoio da OAB Piauí, o evento reuniu autoridades do Poder Público, representantes de entidades e instituições que lutam pela causa, além de pessoas com deficiência.

O projeto terá duração de três anos e as participantes selecionadas receberão formação de autoconhecimento, oratória, políticas públicas de inclusão, cooperativismo, comunicação, empreendedorismo, negociação e planos de negócios. Ao final de um ano, as beneficiadas devem entregar planos de negócios para atender as demandas de acessibilidade no mercado piauiense.

O Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, ressaltou a importância do projeto para incluir e capacitar as mulheres cegas. “A OAB, como entidade que prima pelas garantia fundamentais, abraça esse projeto com o intuito de reforçar ainda mais a sua importância. Aqui é a Casa da Advocacia e também a da sociedade. Por isso, diariamente, estamos exercendo a cidadania, auxiliando e apoiando causas de inclusão. Temos ainda as Comissões atuantes que trabalham em ações sociais para promover a efetividade desses direitos”, ressaltou o Presidente.

“A OAB Piauí, desde a criação da Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência, sempre trabalhou com o objetivo de promover a inclusão social e em 12 anos, a nossa instituição tem se colocado à disposição para abraçar ideias e projetos desta natureza. Para nós é uma honra e uma grande conquista apoiar mais um trabalho social que visa a efetivação dos direitos das pessoas com deficiência”, parabenizou o Presidente da Comissão, Joaquim Santana Neto.

Na oportunidade, o presidente da Comradio, Iranildo Mota explicou o processo da ação. “A primeira fase é a capacitação elas vão passar por autoconhecimento, coach, criatividade, planos de negócios, empreendedorismo, cooperativismo e comunicação durante um ano. Na segunda fase vão ser acompanhadas por mentores especialistas que vão ajuda-las a conduzir negócios para a terceira fase, que é a implementação dos negócios e fazer com que elas possam desbravar o mercado”, disse.

A Vice-governadora do Estado do Piauí, Regina Sousa, parabenizou a iniciativa do projeto e ressaltou o valor das políticas públicas para a efetivação dos direitos das pessoas com deficiência. “O governo tem que ter políticas públicas voltadas para pessoas com deficiência. O Piauí foi o primeiro estado a criar uma secretaria especifica, mas ainda há muito a ser feito. Por isso, a importância dessas parcerias para reforçar a efetivação dos direitos na prática”, destacou.

Além da solenidade, o evento proporcionou ainda uma experiência sensorial aos presentes com o intuito de demostrar a realidade vivenciada pela pessoas cegas em seu dia a dia.

Também prestigiaram o lançamento a Vice-presidente da OAB Piauí, Allyne Patrício; a Presidente da Comissão da Mulher Advogada, Dalva Fernandes; o representante do CONAD, Antenilton Marques; o secretário da SEID, Mauro Eduardo; Associação dos Cegos do Piauí, Adailton Pacheco; presidente da Fundação Antares, Humberto Coelho; pró-reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários, Professora Adriana; o secretário de Saúde do Estado do Piauí, Florentino Neto; a Presidente do Conselho Estadual para a Pessoal com Deficiência, Helena Lima; a secretária Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas, Guadalupe Veloso, a secretária Municipal da Mulher de Teresina, Maia Helena Santos e a Promotora de Justiça Marlúcia Campelo. 

 

Fonte: OAB Piauí

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium