Sábado, 14 de dezembro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Nova Comunicação 1
[email protected]
(86) 99915-1055
Curiosidades

Curiosidades

Curiosidades Coluna de notícias curiosas.

[email protected]

(86) 99915-1055

Geral - Saúde

Postada em 07/08/2019 ás 15h27 - atualizada em 07/08/2019 ás 15h28

Publicada por: Bruna Sampaio

Jovem é diagnosticada com câncer após ignorar crises de tosse
Foi constatada uma massa no pulmão direito de Magdalena.
Jovem é diagnosticada com câncer após ignorar crises de tosse

Foto: Reprodução/Instagram/magsbujalski

Embora sejam muito comuns durante o inverno e nas épocas mais secas do ano, as crises de tosse podem significar mais do que um simples resfriado. No caso da tradutora canadense Magdalena Bujalski, de 22 anos, elas eram o sinal de um câncer avançado, que já havia inclusive se espalhado para seus pulmões.

Antes do diagnóstico do câncer avançado, nem mesmo sua médica suspeitava que as tosses (que vinham acompanhadas de outros sintomas, como inchaços e dormência nos braços) pudessem ser causadas por uma bronquite ou alguma infecção respiratória.

Após observar que seus exames iniciais, foi constatada uma massa no pulmão direito e um aumento no nível de glóbulos brancos no sangue. Diante disso, a médica tomou precauções para tratar a canadense de uma bronquite, que seria a possível causa das crises de tosse .

"A médica achou que fosse alguma infecção nos pulmões, então receitou alguns antibióticos", contou à agência de notícias britânica MDWfeatures, em matéria publicada pelo tabloide Daily Mail , do Reino Unido.

Numa consulta posterior, na qual ela aparentava estar se recuperando dos problemas, a médica solicitou um segundo raio-x.

Por sorte, foi esse novo exame o responsável por revelar uma massa anormal no pulmão direito. Em seguida, ela teve de fazer uma tomografia e uma biópsia, a qual confirmou que a paciente tinha um linfoma não Hodgkin . Esse tipo de linfoma costuma estar ligado à exposição a produtos químicos como pesticidas, solventes e fertilizantes.

"Eu fiquei chocada, porque sempre fui saudável e trabalhava duro para cuidar da minha saúde", confessou Magdalena, que disse praticar exercícios com frequência e se alimentar corretamente. "Tudo parecia um pesadelo", completou sobre a situação.

Logo após o diagnóstico oficial, ela já foi encaminhada para a quimioterapia, dividida em seis ciclos, separados por intervalos de três semanas.

"Estou me sentindo bem, e alguns dias me surpreendo com o quão normal me sinto", declarou a tradutora. Apesar disso, a trajetória na luta contra o câncer avançado tem causado um desgaste físico muito grande para ela.

"Tem sido difícil, principalmente para o meu corpo, porque ele passou por muitas sessões de quimioterapia e está com muitos medicamentos em circulação", explicou.

Para combater o desgaste trazido pelo tratamento, a tradutora se voltou às redes sociais, que estão "servindo como uma válvula de escape e algo no qual me focar enquanto não posso voltar a trabalhar".

No seu canal do YouTube e no seu Instagram, ela se dedica a conscientizar seus seguidores a respeito do tipo de câncer do qual sofre, algo que se tornou como uma missão para ela.

Fonte: Ig

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium