Domingo, 17 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Blog do Lucão
Blog do Lucão Fique por dentro de tudo que acontece na região.
Cidades Timon
15/08/2019 06h28 Atualizada há 2 anos
Por: Blog do Lucão

Regularização fundiária vai beneficiar 150 famílias no Povoado Açude

No Povoado Açude, zona Rural de Timon, cerca 150 famílias participaram de uma reunião nesta terça-feira, 13, que tratou sobre a regularização fundiária (REURB). A comunidade, que existe há mais de 40 anos, vai desfrutar dos benefícios da legalidade da terra onde mora e cultiva. A partir dessa iniciativa da Prefeitura de Timon, através da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Semplan), as famílias rurais vão passar a ter a dignidade. “O documento da terra em mãos representa cidadania. Como cidadão, passa também a ter relacionamento bancário com as instituições financeiras, podendo captar recursos para investir em atividades de subsistência.” – explica Sebastião Carlos, secretário da Semplan.

 
 
 
 
 
 
 
 

“Como liderança aqui no povoado, posso afirmar o quanto estamos felizes. Esse é um sonho antigo que caminha agora para a realidade. Com a regularização, teremos melhorias, mais estrutura para viver aqui.” – Aurinete Mendes, presidente da Associação de Moradores do Açude.

Regularização fundiária vai beneficiar 150 famílias no Povoado Açude
 
 
 
 
 
 
 

Para sair da informalidade, os documentos necessários são CPF, RG e comprovante de endereço, além do preenchimento da ficha de cadastro. Em resumo, o passo a passo para regularização fundiária começa com a mobilização das famílias, reuniões informativas, coleta de documentos, receita topográfica e, por fim, o recebimento do documento da terra.

 
 
 
 
 
 
 

Em Timon, essa é uma ação continuada, que teve início em 2013 e já regularizou a terra de mais de 5 mil famílias até o momento. Até o mês de fevereiro ou março do próximo ano, mais 1.500 famílias devem sair da informalidade com o registro da terra. “Moro no povoado Açude há 24 anos e sem a documentação vivemos na insegurança de um dono da terra que vai se apresentar a qualquer momento. Com o documento, não! Com a regularização, tudo se organiza, tudo se acalma pra nós e nossas famílias. Eu só tenho a agradecer ao município por essa boa ação.” – diz Raimundo Nonato, morador do povoado Açude.

 
 
 
 
 
 
 

Somente nesse mês de agosto, a equipe da REURB visitou a localidade Alto Bonito, os bairros Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Cícero Ferraz e povoado Piranhas. Dessa etapa, que está prestes a ser concluída, a última visita será no Povoado Barroca Funda, nessa quarta-feira (14), às 19h.

 
 
 
 

PUBLICIDADE:

          

 

 

 
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp