Segunda, 18 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

31°

25° 36°

Teresina - PI

Últimas notícias
Teresina Levantamento
15/08/2019 15h42
Por: Bruna Dias

Teresina tem baixo risco de infestação do mosquito da dengue

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) informou que Teresina está em baixo risco de infestação pelo Aedes aegypti. Este foi o resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, que registrou um Índice de Infestação Predial (IIP) – a relação entre o número de imóveis positivos para o mosquito pelo total pesquisado – de 0,4% na nossa cidade.

A pesquisa foi feita entre os dias 5 e 9 de agosto em todos os bairros da capital, que foram divididos em grupos de 32 estratos. “Este resultado de 0,4% é fruto do trabalho de rotina dos agentes de endemias e bem como das ações de intensificação que são realizadas durante todo o ano, como a Faxina nos Bairros”, relata a gerente de Zoonoses da capital, Oriana Bezerra.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Além destas ações, a Gerência de Zoonoses da FMS também monitora regularmente mais de 1200 Pontos Estratégicos (PE), que inclui lugares como borracharias, sucatas, hortas comunitárias, cemitérios e imóveis abandonados. O monitoramento é feito com o uso de armadilhas chamadas ovitrampas e na aplicação do inseticida UBV costal.

O LIRAa acontece quatro vezes ao ano e abrange todas as regiões da cidade. Durante o LIRAa, os agentes de endemias da FMS percorrem uma média de 15 mil imóveis em busca de focos em ralos, piscinas, vasos de planta e outros potenciais criadouros. São enviados os índices de focos por meio da identificação tanto de larvas, como da forma adulta do inseto. Os dados obtidos servirão como base para o desenvolvimento de estratégias de combate ao Aedes aegypti e trabalhos educativos voltados à prevenção da dengue, zika e chikungunya.

Fonte: FMS
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp