Domingo, 19 de janeiro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Nova Comunicação 2 Natal
Saúde - Saúde

Postada em 19/08/2019 ás 09h56 - atualizada em 19/08/2019 ás 10h01

Publicada por: Bruna Sampaio

Saiba quando se preocupar com os olhos vermelhos
Nos dias secos e em tempos de muitas viroses, olhos vermelhos são frequentes.
Saiba quando se preocupar com os olhos vermelhos

Foto: Reprodução

Nossos olhos merecem todo cuidado, cautela, carinho e atenção. Enxergar bem é um presente que temos que valorizar todos os dias. Por isso, cada vez que nossos olhos aparecem com qualquer problema, a preocupação é grande. Nos dias secos e em tempos de muitas viroses, os olhos vermelhos são frequentes. Quando se preocupar? Quais são os principais sinais em cada situação?

Por que os olhos ficam vermelhos?

A conjuntiva é uma membrana muito delicada e fina que recobre as pálpebras e a parte “branca” dos olhos. Pode se inflamar por várias razões, sendo as infecções e a alergia as mais comuns. Os vasos sanguíneos locais ficam dilatados, produzindo a conhecida “vermelhidão” e dando muito desconforto.

Esta inflamação é genericamente chamada de “conjuntivite”. Parece que tem “areia” nos olhos. Por isso o corpo faz com que as pessoas “pisquem” mais e produzam mais lágrimas para lubrificar e hidratar a região inflamada, na tentativa de diminuir e aliviar o mal-estar.

Como saber se a conjuntivite – ou vermelhidão nos olhos – tem causa alérgica ou infecciosa?

Vamos entender as principais características de cada uma:

Conjuntivite alérgica

Em geral vem acompanhada de muita coceira nos olhos e na região das pálpebras, que também podem ficar mais inchadas e vermelhas. Na conjuntivite alérgica há pouca quantidade de secreção e dificilmente os olhos amanhecem “grudados” e lotados daquela secreção amarelada. Não é contagiosa. Lavar os olhos com soro fisiológico sempre ajuda. Se os sinais forem desconfortáveis e não melhorarem rapidamente, fale com um médico.

Sinais de alerta: muita coceira, vermelhidão e inchaço sem secreção.

A conjuntivite infecciosa, por sua vez, pode ter origem viral ou bacteriana. Veja as diferenças:

Conjuntivite viral

É em geral a que mais inflama a conjuntiva. O olho acometido fica extremamente vermelho, dolorido, difícil para abrir e com muito edema – inchaço- das pálpebras superiores e inferiores. Geralmente há produção de uma secreção esbranquiçada. É muito contagiosa. Basta a pessoa levar as mãos aos olhos, cumprimentar alguém que na sequência coloca as mãos nos próprios olhos e pronto! A chance de pegar é muito grande.

Importante: muitas doenças virais podem, em suas fases iniciais, produzir inflamação – ou conjuntivite- nos olhos. O sarampo é uma delas. Portanto, se juntamente com a conjuntivite houver febre, mal-estar, dores pelo corpo ou dor de cabeça, procure uma avaliação médica.

Sinais de alerta: edema (inchaço) importante, pouca secreção que em geral é branca, pouca coceira e muita vermelhidão. Especial atenção a sintomas gerais associados como febre, dor de cabeça ou dores pelo corpo.

Conjuntivite bacteriana

Também inflama bastante os olhos, deixando a parte branca bem vermelha e as pálpebras inchadas. Geralmente começa em um olho e passa para o outro depois. A característica principal é a produção de uma secreção amarelada em bastante quantidade que “remela” e faz com que os olhos “grudem” pela manhã. Pode coçar e também fica difícil abrir os olhos; a luz atrapalha muito, que é o que chamamos de fotofobia. Também é muito contagiosa.

 

Fonte: Bem estar/G1

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Piracuruca Por Valdecir Lima & Larícia Castro

North Acqua Park Resort, o melhor lazer de Piracuruca

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Estudante de São João do Arraial tira 960 pontos na redação do Enem

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Alunos da U. E. Venância Lages Veloso são destaque na redação do Enem 2019

Francinópolis Por Odair Morais

Prefeitura de Francinópolis oferece serviços de emissão de RG

Joaquim Pires-PI Por João Victor

ENEM 2019: alunos da rede pública de ensino de tiram notas acima de 900

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium