Domingo, 22 de setembro de 2019
(86) 99915-1055
[email protected]portalr10.com
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
[email protected]lr10.com
86999151055
Educa Mais Brasil

Educa Mais Brasil

Educa Mais Brasil Notícias sobre inclusão educacional.

[email protected]

86999151055

Educação - Educação

Postada em 22/08/2019 ás 08h17

Publicada por: Bruna Sampaio

Conheça a geração Alpha, a população 100% digital
A geração é totalmente tecnológica e considerada a primeira 100% nativa digital.
Conheça a geração Alpha, a população 100% digital

Foto: Divulgação

A geração Alpha é formada por pessoas nascidas a partir de 2010 que possuem domínio da tecnologia como uma extensão da sua forma de conhecer o mundo: através de uma tela. A nova realidade traz aspectos positivos e negativos no que se refere ao desenvolvimento dessa geração. Uma geração totalmente tecnológica e considerada a primeira 100% nativa digital.

Joice Cadore Sonego, professora do curso de Psicologia da FSG Centro Universitário, ressalta que a tecnologia auxilia os processos de ensino-aprendizagem. “Quanto aos aspectos positivos, pode-se citar o acesso rápido à informação, a facilidade em se comunicar com o que está longe, além da tecnologia poder ser usada em atividades pedagógicas e escolares”. Porém, nas questões do desenvolvimento psíquico e emocional, Sonego alerta para a importância da interação da criança com outras pessoas, pois as telas dificultam esse relacionamento.

Geração inteligente

Por conta do acesso à tecnologia que favorece a aprendizagem, o acesso à informação é muito mais fácil do que em épocas anteriores. “Quanto a essa geração ser “mais inteligente”, pode-se pensar que as crianças estão expostas a muitos estímulos, o que pode auxiliar no seu processo de desenvolvimento, fazendo com que se tenha a percepção de que as “crianças de hoje em dia” são mais espertas e inteligentes do que nós, adultos e idosos de hoje, fomos”, explica a especialista.

“Sabe-se que as crianças aprendem por imitação de modelos e, se a criança tem pais que não “desgrudam” do smartphone ou do tablet, como ela vai fazer diferente? Estamos todos imersos na tecnologia, mas os pais são os responsáveis por dosar esse uso por parte das crianças e oferecer às mesmas outras possibilidades de entretenimento e de convívio social”, conclui Joice Sonego, também doutora em Psicologia pela UFRGS.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium