Domingo, 22 de setembro de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(86) 99915-1055
Curiosidades

Curiosidades

Curiosidades Coluna de notícias curiosas.

[email protected]

(86) 99915-1055

Especiais - Adeus final

Postada em 23/08/2019 ás 16h42 - atualizada em 23/08/2019 ás 16h54

Publicada por: Gustavo Miranda

Conheça a tradição de pessoas que vivem com mortos
O clã se reúne a cada um ou três anos para um ritual.
Conheça a tradição de pessoas que vivem com mortos

Foto Claudio Sieber

Para muita gente, falar sobre a morte ainda é tabu, mas para os Toraja que habitam a montanha pitoresca em Celebes Meridional, Indonésia, essa é uma tarefa para a vida toda – já que a morte não significa o adeus final.

Os Toraja aprendem desde cedo a suportar a morte e aceitá-la como parte da vida. Quando alguém morre, os Toraja tratam seus parentes como se eles estivessem doentes (Toma Kula). Comida, água e até cigarros são oferecidos para um Toma Kula diariamente, porque eles acreditam que seu espírito ainda está perto do corpo e deseja esse tipo de cuidado.

O corpo sem vida é mantido e cuidado no tongkonan, ou a casa tradicional dos Toraja. O corpo fica ali por vários meses, em alguns casos por décadas, até que o clã possa pagar por um funeral e eventualmente marcar a cerimônia. Enquanto isso, plantas secas são usadas para neutralizar o odor de formol.

A cerimônia do funeral pode durar de três a cinco dias, e é concluída com o morto finalmente sendo enterrado num mausoléu ou em tumbas de pedra. Mas a história não acaba aí. O clã se reúne a cada um ou três anos para um ritual conhecido como Ma'nene, que pode ser traduzido por “cuidado com os ancestrais”.

Durante esse período, o morto é tirado de sua tumba novamente, limpo e ganha novas roupas – depois é devolvido ao túmulo. Parentes vêm de longe para celebrar esse evento, onde todo mundo se encontra, faz um banquete, compartilha histórias e homenageia seus entes queridos.

Ribka tanduk langi morreu dois meses atrás, aos 53 anos, por falência do fígado. O segundo dos oito filhos dela, yari, diz que eles vão marcar o funeral para o ano que vem.

 

Fonte: Vice

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium