Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

32°

22° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Piauí Doença
02/09/2019 14h54 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Piauí tem quatro novos casos suspeitos de sarampo; Saúde faz alerta

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) está monitorando mais quatro novos casos suspeitos de sarampo no Piauí. No total, já são 12 casos suspeitos de sarampo no estado. Um caso importado da doença já foi confirmado em um bebê piauiense de um ano de idade, que viajou para São Paulo, região sudeste do país, e retornou ao estado com sintomas da doença.

Para evitar a proliferação da doença, a Sesapi está realizando bloqueios nos locais em que as pessoas, suspeitas de ter o vírus, estiveram. “Estamos monitorando todos os lugares em que essas pessoas passaram e imunizando a população que entrou em contato com os mesmos, assim evitando a propagação da doença”, afirmou a coordenadora de Epidemiologia da Sesapi, Amélia Costa.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

As cidades que apresentaram casos de suspeitos de sarampo foram: Parnaíba, Picos, Luiz Correia, Teresina, Campo Grande, Floriano e Demerval Lobão.

Continua depois da publicidade

Para que a doença não se propague, a Secretaria faz um apelo à população, para que procure o posto de saúde mais perto de casa e tome a vacina. “A recomendação é que crianças a partir de 6 meses a 11 meses e 29 dias, tomem a vacina. A indicação é fazer a administração da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) para esse público. No caso dos bebês, a dose da vacina administrada nestes casos não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança”, lembra Amélia Costa.

Pessoas com até 29 anos podem tomar a versão tríplice viral (que protege ainda contra caxumba e rubéola) nos postos da rede pública de saúde de todo o país em duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

Dos 30 aos 49 anos, ela é aplicada em uma dose, exceto para profissionais de saúde, que devem receber as picadas duas vezes.

Transmissão

O sarampo é uma doença que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro.

Prevenção

A vacina é a única forma de prevenção da doença e está disponível na vacinação de rotina nas unidades de saúde.

Sintomas

Os principais sintomas do sarampo são mal-estar geral, febre, tosse e coriza. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo.

Fonte: Ccom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp