Quarta, 18 de setembro de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
[email protected]
(86) 99915-1055
Saúde

Saúde

Saúde é vida Tudo sobre saúde!

[email protected]

(86) 99915-1055

Saúde - Saúde

Postada em 03/09/2019 ás 14h43

Publicada por: Bruna Sampaio

B-R-O-BRÓ e baixa umidade do ar exigem cuidados com a saúde
O sistema respiratório é um dos mais afetados nesse período.
B-R-O-BRÓ e baixa umidade do ar exigem cuidados com a saúde

Foto: reprodução

Com a chegada do período mais quente do ano no Piauí, o conhecido B-R-O BRÓ e a baixa umidade do ar que já predomina nos últimos dias, é necessário redobrar os cuidados com a saúde. O sistema respiratório é um dos mais afetados nesse período.

“Moramos em um local de clima quente e seco, além de ter o ambiente com o ar condicionado, que retira a umidade e deixa o ambiente ainda mais seco. A hidratação é essencial. Para quem tem problema de ressecamento nasal, ela deve lavar bastante o nariz. Existe gel hidratante de mucosa, que também ajuda a hidratar”, explicou o otorrinolaringologista Antônio Luís de Lima.

O especialista afirma que algumas ações podem fazer diferença nesses dias. “Deixar um vaporizador de água nos ambientes ajuda nos dias quentes e com umidade baixa. Em casa, pode deixar uma toalha molhada no ambiente ou bacia com água. Essas atitudes ajudam a melhorar a sessão de ressecamento das vias áreas”, indicou Antônio Luís Melo.

O otorrino alerta ainda para a necessidade de cuidados principalmente com os idosos. “O idoso naturalmente já não gosta de beber água e, em um clima seco, ele pode desidratar. Assim, pode evoluir para um quadro de infecção urinária. Também pode ocorrer problema na via área. Quando resseca a mucosa, você tem uma chance maior de ter infecção como sinusite, bronquites e até pneumonia. Com o idoso, temos que nos preocupar bastante”, ressaltou.

Atividades físicas

O médico Antônio Luís de Lima afirma que, caso seja possível, o ideal é que as pessoas não pratiquem atividades físicas entre 10h e 16h. “Sabemos que cada um tem uma disponibilidade, mas o recomendado seria praticar atividades de manhã cedo ou a noite. Entre 10h e 16h, a umidade normalmente está ainda mais baixa. Mas, caso esse seja o horário disponível, deve-se redobrar o cuidado com a hidratação”, reforçou o otorrinolaringologista.

 

Fonte: ascom

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium