Terça, 22 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

22° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Operação no Piauí
04/09/2019 14h13 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Recursos desviados do SUS dariam para atender 400 mil pacientes

Foto: Bruna Dias
Foto: Bruna Dias

A Polícia Federal no Piauí deflagrou, na manhã de hoje (04), a Operação Peloponeso, que apura desvio de recursos públicos na área de saúde.

A investigação aponta fraudes no credenciamento de Centros Especializados de Reabilitação junto ao SUS, com a finalidade de receber recursos federais sem a contraprestação de serviços por parte das clínicas.

Há fortes indícios de desvio envolvendo os montantes controlados pela Secretaria Municipal de Saúde de Picos/PI, com saques em espécie nas agências bancárias em benefício de empresários.

Os fatos apontam para o envolvimento, também, de servidores públicos, com prejuízo calculado pelo TCU, até março de 2019, na ordem de mais de 17 milhões de reais que deveriam ser aplicados no tratamento de pessoas com deficiências física, auditiva, visual ou mental.

Segundo a PF, o valor desviado por uma das clínicas seria o suficiente para custear o tratamento de 400 mil pacientes.

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Teresina, Picos e Brasília, bem como bloqueio de veículos e valores em contas e ativos financeiros, no valor aproximado de 14 milhões de reais.

A ação de hoje conta com a participação de 60 Policiais Federais dos estados do Piauí, Maranhão, Ceará e Distrito Federal, bem como auditores do Tribunal de Contas da União - TCU e do Departamento Nacional de Auditoria do SUS - DENASUS.

Fonte: PF
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp