Segunda, 14 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Esportes - Futebol

Postada em 05/09/2019 ás 17h27

Publicada por: Gustavo Miranda

Treinador Tiago Nunes revoluciona o Athletico-PR
O time paranaense desfruta atualmente de uma fase extremamente positiva,
Treinador Tiago Nunes revoluciona o Athletico-PR

Foto: Paulo Whitaker/Reuters

O Athletico-PR chega pela segunda vez na história à final da Copa do Brasil para coroar o trabalho de um treinador jovem e até pouco tempo ainda desconhecido do cenário nacional. Aos 39 anos, Tiago Nunes assumiu o cargo há pouco mais de um ano e comanda um dos ciclos mais vitoriosos da equipe ao ter conquistado em 2018 a Copa Sul-Americana e estar agora bem perto de alcançar outro título inédito.

O time paranaense desfruta atualmente de uma fase extremamente positiva, comparável inclusive ao período vivido no início deste século. O clube campeão brasileiro de 2001 foi vice da mesma competição em 2004 e finalista da Copa Libertadores em 2005 ao montar elencos competitivos e apostar na força da Arena da Baixada, o primeiro estádio do Brasil a adotar os "naming rights". Junto com isso, revelou nessa época jogadores como Kléberson, Fernandinho, Dagoberto e Jadson.

Na mesma época, o jovem Tiago Nunes estava a quilômetros de distância de Curitiba, pois morava ainda na cidade natal, Santa Maria (RS). Em 2003, ele concluiu a graduação em educação física focado em trabalhar no futebol. A primeira oportunidade veio no Inter de Santa Maria, como preparador físico. A carreira começou a decolar em 2005, justamente no ano em que o Athletico-PR foi vice da Libertadores.

Tiago Nunes teve o primeiro trabalho de treinador no São Luiz, da cidade de Ijuí. A equipe conquistou a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho ao mesmo tempo em que ele continuou a se aprofundar nos estudos, com especializações e cursos. O técnico teve nos anos seguintes trabalhos em times do interior do Rio Grande do Sul, com demonstrações de conhecimento tático e estilo metódico.

Um dos trabalhos mais relevantes foi em 2017, no comando do Veranópolis. A equipe se destacou na primeira fase do Campeonato Gaúcho, mas foi eliminada na fase decisiva pelo Grêmio. Tiago Nunes havia trabalhado anos antes na base do clube tricolor e como reconhecimento pelo resultado no Estadual, recebeu uma proposta para voltar a atuar no sub-20 do time. Porém nessa mesma época o Athletico-PR apareceu como opção, também para comandar a base.

A oportunidade de decidir entre Athletico-PR e o Grêmio curiosamente reuniu os dois times semifinalistas da Copa do Brasil, na última quarta-feira. Assim como em 2017, Tiago Nunes ficou do lado do clube rubro-negro. O treinador assinou contrato com o time curitibano depois de passar por um processo seletivo. Ao chegar ao cargo, demonstrou confiança na vinda de resultados. "Certamente o clube consegue diminuir os espaços entre as transições das categorias e consegue ter um processo de transição mais padrão. Isso pode ter a médio e longo prazo um diferencial que pode levar o clube a conquistas nacionais e internacionais", disse ao canal de TV do clube na ocasião.

Tiago Nunes se consolidou na base atleticana e teve 2018 como uma temporada decisiva na carreira. Como o clube sempre disputa o Campeonato Paranaense com o elenco sub-23, coube ao treinador ganhar o título sobre o rival, Coritiba, no comando de revelações como Bruno Guimarães, Léo Pereira e Renan Lodi. Todos logo depois ganhariam espaço na equipe de cima.

O treinador foi promovido ao cargo de treinador do time profissional depois de Fernando Diniz ser demitido. O Athletico-PR estava na zona de rebaixamento do Brasileirão. Tiago Nunes mesclou os garotos da base a nomes experientes como Thiago Heleno e Lucho González, passou confiança ao grupo, organizou a formação e transformou a equipe. O resultado veio. O clube foi campeão da Copa Sul-Americana em dezembro, após bater o Junior Barranquilla, da Colômbia.

A evolução atleticana não parou por aí. O time venceu a Copa Levain, antiga Copa Suruga, fez boa campanha na Libertadores e agora está de volta à final da Copa do Brasil. O clube quase garantiu o título do torneio nacional em 2013, quando perdeu para o Flamengo na decisão. "O clube passa por um momento muito bonito, está crescendo", disse o goleiro Santos.

O treinador é outro personagem de toda essa caminhada. De técnico da base ao posto de comandante mais vitorioso da história rubro-negra, Tiago Nunes uniu o estilo da terra natal, o Rio Grande do Sul, à identificação conquistada com o time paranaense. "Vamos comemorar (a vaga na final). Vamos comer um churrasco bem gaúcho. Feito em uma grelha paranaense", disse nesta quarta-feira.

Fonte: Estadão Conteúdo

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

São João da Serra Por Cosme Jales

Câmara Municipal comunica população sobre atendimento da Justiça Eleitoral

Alto Longá Por R. Bezerra

Chega a reta final o maior Campeonato de Futebol Amador da Região

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

LASER SOM | Arrasta centenas de regueiros no Clube Espaço Livre

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Prefeitura de São João do Arraial realizou festa em homenagem às crianças

Colônia do Gurgueia Por Geney Ribeiro

No dia da criança prefeita Doquinha realiza sonho do garoto Luciano

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium