Sábado, 28 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Famosos
Famosos
Tudo sobre o mundo das celebridades.
Geral Vídeo
09/09/2019 09h56 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

Homem que chantageou deputado diz que fez o mesmo com Whindersson

Ele falou ser o responsável pela invasão do Instagram da cantora Luísa Sonza.

Foto: reprodução/instagram
Foto: reprodução/instagram

Suspeito de promover ataques virtuais e de extorquir o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF), Daniel Luís Mogendorff, 35 anos, também diz ser o responsável pela invasão do Instagram da cantora Luísa Sonza no início de fevereiro.

Em vídeo gravado com câmeras escondidas, o possível chantagista afirmou ter cobrado do marido de Luísa, o youtuber e comediante Whindersson Nunes, US$ 90 mil para que uma foto dela nua “desaparecesse” das redes. Ele afirma ainda ter “ajudado” o marido de Simone, da dupla Simone & Simaria, Kaká Diniz, a sair de uma “crise de imagem”.

Daniel cobrou de Luis Miranda R$ 760 mil alegando ter condições de barrar reportagem contra o parlamentar no Fantástico, da Globo, e evitar que ele continuasse a ser alvo de ataques nas redes sociais. No entanto, depois da cobrança do dinheiro, Daniel Luís Mogendorff foi preso em flagrante na noite de quinta-feira (05/09/2019) em um hotel no centro de Brasília, após o deputado denunciar o caso à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Continua depois da publicidade

Os vídeos gravados com câmeras escondidas na roupa de Miranda, mostram o teor da conversa mantida entre o homem e o congressista. O aparato que produziu o flagrante foi montado pela Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), da PCDF. Foi com esse aparelho também que ficou registrada a conversa na qual Mogendorff se gaba de ter poderes para fazer imagens desaparecerem da internet.

Ao citar que todos os famosos pagavam para pararem de receber ataques virtuais, o homem, que mora em Israel e tem passaporte alemão, afirmou a Luis Miranda que seu grupo fez o ataque contra Luísa Sonza. À época, em fevereiro deste ano, a cantora afirmou que uma imagem dela nua havia sido enviada ao marido, para “matar a saudade”, porém algum criminoso havia invadido seu celular e postado a foto. “Me hackearam”, afirmou a cantora.

Veja o vídeo em que Mogendorff diz ter chantageado Whindersson Nunes:

Continua depois da publicidade

Fonte: Metrópoles
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®