Segunda, 16 de setembro de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
[email protected]
(86) 99915-1055
Radar Político

Radar Político

Radar Político Tudo sobre Política.

[email protected]

(86) 99915-1055

Cidades - Em João Costa

Postada em 10/09/2019 ás 11h18

Publicada por: Geysa Silva

Prefeito do PI será investigado por contratações de serviços advocatícios
Gilson Castro teria contratado os serviços sem processo licitatório
Prefeito do PI será investigado por contratações de serviços advocatícios

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Estado, através da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí, vai apurar atos da gestão do prefeito Gilson Castro, que fez a realização de despesas com ausência de procedimento licitatório.

De acordo com o documento, o prefeito de João Costa fez a contratação de contratação de serviços advocatícios e de serviços contábeis, bem como para aquisição de terreno de 3 (três) hectares para construção de estádio futebol para o município, com ausência de procedimento licitatório.

O inquérito tem relação com os relatórios fiscais e do contraditório do procedimento administrativo que tramitou perante o Tribunal de Contas, em que foram constatadas irregularidades na prestação de contas do Município de João Costa, no exercício de 2013.

A instauração de Inquérito Civil Público para investigar e apurar conduta do prefeito Gilson Castro teve como fundamento a Lei de Improbidade Administrativa, que dispõe que constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseja perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres das entidades referidas no artigo 1º da Lei 8.429/92, principalmente quando: ordenar ou permitir a realização de despesas não autorizadas em lei ou regulamento (inciso IX); liberar verba pública sem a estrita observância das normas pertinentes ou influir de qualquer forma para a sua aplicação irregular (inciso XI); e permitir, facilitar ou concorrer para que terceiro se enriqueça ilicitamente (inciso XII).

Fonte: Portal Mandacaru

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium