Quarta, 20 de Janeiro de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

24°

22° 30°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Cidades Na mira do MP
11/09/2019 09h51
Por: Geysa Silva

MP pede que ex-prefeita de João Costa devolva mais de R$ 700 mil

Alaíde Gomes Neta teria realizado gastos sem obedecer a Lei das Licitações

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Ministério Público do Piauí, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí, ingressou com ação civil pública contra a ex-prefeita do município de João Costa, Alaíde Gomes Neta, por prática de ato de improbidade administrativa. Os atos dizem respeito ao uso de recursos públicos pela então prefeita, entre 2010 e 2012, que totalizaram gastos de mais de 700 mil reais. Segundo dados de relatórios obtidos junto ao TCE-PI (Tribunal de Contas do Estado), os gastos foram feitos pela gestão municipal sem obedecer ao que determina a Lei de Licitações.

Aláide Neta realizou várias despesas sem o devido processo licitatório, além de fracionar despesas cujo valor extrapolam o limite de dispensa de processo licitatório. Entre os gastos realizados estão: a contratação de empresa para construção de sistema de abastecimento de água, aquisição de combustíveis e derivados, a compra de alimentos, locação de veículos, entre outras.

Além das já mencionadas, o promotor de Justiça Jorge Pessoa aponta, na ação civil pública, outras irregularidades, como: pagamento de multas por atraso no recolhimento de contribuições do INSS, no valor de R$ 27.255.40; a contratação de escritórios para consultoria técnica (na área de engenharia e projetos), jurídica e contábil, que custaram mais de R$ 110 mil aos cofres públicos de João Costa; e a existência de um débito no qual o valor do juros somam R$ 5.861,71.

Continua depois da publicidade

Em razão dos fatos constatados, o membro do Ministério Público do Piauí pede ao Poder Judiciário a condenação da ex-prefeita a ressarcir os danos causados ao erário no valor de R$ 795.463,92.

Fonte: MPPI
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®