Sábado, 12 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Brasil Meio Ambiente
11/09/2019 11h41 Atualizada há 2 anos
Por: Marina Sousa

Cerrado registra mais focos que a Amazônia no início de setembro

Foto: reprodução
Foto: reprodução

Nos últimos dias os olhos dos brasileiros e do mundo tem se voltado para o grande número de queimadas que vem acontecendo no pais, ressaltando que o fato não se limita a região norte do Brasil. O Cerrado registrou mais focos de queimadas nos primeiros dias de setembro do que a Amazônia, fenômeno inverso ao que foi visto durante o mês de agosto e desde o inicio do ano.

De acordo com especialistas, os incêndios provavelmente têm causa humana e se propagam devido à onda de calor que afeta o Cerrado nos últimos dias. As causas naturais são pouco prováveis, já que o bioma passa pelo período de seca - sem chuvas -, e dificilmente ocorreria um raio para provocar um incêndio natural.

Do dia 1º até esta segunda-feira (9), foram 7.304 focos no Cerrado, contra 6.200 na floresta amazônica. No acumulado ano ano, o bioma Amazônia acumula 53.023 focos contra 34.839 do Cerrado. Nos últimos 30 dias (de 9 de agosto a 9 de setembro), a Amazônia registrou 30.245 focos, contra 17.438 do Cerrado. A tendência de crescimento das queimadas neste segundo bioma começou apenas na última semana do mês.

Continua depois da publicidade

Os dados são do banco do Programa Queimadas, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e foram captados pelo satélite de referência Aqua.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou um alerta de "Grande perigo" nesta terça-feira (10), que aponta risco para mais de 20 cidades do Mato Grosso, regiões do Cerrado. Há chance de a temperatura ficar pelo menos 5ºC acima da média nos próximos 5 dias.

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp