Domingo, 17 de Outubro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

27°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Brasil No Rio de Janeiro
13/09/2019 16h38
Por: Bruna Dias

Asfixia e desligamento de aparelhos causaram mortes em hospital

Segundo exames preliminares, a maioria das vítimas do incêndio no Hospital Badim - RJ, morreu asfixiada com a fumaça, sem queimaduras graves. Algumas pereceram com o desligamento dos aparelhos.

Ao menos 11 corpos – todos de pacientes e idosos – foram retirados do local pelo Corpo de Bombeiros. A suspeita é que chamas começaram após um curto-circuito em um gerador, mas a hipótese não foi confirmada.

Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

"A maioria foi por asfixia, alguns casos não, mas coisas correlacionadas ao acidente (...) São descompensações das doenças que as pessoas, relacionadas aos aparelhos que as mantinham vivas e que deixaram de funcionar com o incêndio", explicou Gabriela Garça, diretora do IML que coordenou a necropsia.

Mortos na tragédia (veja quem são):

Alayde Henrique Barbieri, 96 anos;

Ana Almeida do Nascimento, 90 anos;

Berta Gonçalves Barreira de Souza, 93 anos;

Darcy da Rocha Dias, 88 anos;

Irene Freiras de Brito, 84 anos;

Ivone Cardoso, 75 anos;

José Costa de Andrade, 79 anos;

Luzia dos Santos Melo, 88 anos;

Maria Alice Teixeira da Costa, 76 anos;

Marlene Menezes Fraga, 85 anos;

Virgílio Claudino da Silva, 66 anos.

Fonte: G1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp