Sábado, 28 de Maio de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

30°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Saúde Cancela o sushi!
17/09/2019 07h54 Atualizada há 3 anos
Por: Marina Sousa

Estudo constata aumento de superbactérias em peixes

Se você costuma ingerir peixe cru, um aviso: o nível de bactérias resistentes a antibióticos (conhecidas como superbactérias) presentes no alimento está aumentando rapidamente. Um estudo da Florida Atlantic University descobriu que, entre 2009 e 2015, as cepas de Escherichia coli encontradas em alimentos que vem do mar e que são resistentes a medicamentos mais do que dobrou. Publicada na revista Aquatic Mammals, a pesquisa também revelou aumento da presença do patógeno Vibrio alginolyticus, que causa séria intoxicação alimentar.

O estudo foi feito a partir de análises de amostras coletadas em golfinhos. Os animais foram escolhidos por serem considerados um bom indicador do que está acontecendo com o resto da vida no mar: afinal, se alimentam de vários tipos de peixes. A equipe coletou amostras de 171 golfinhos-nariz-de-garrafa, entre 2003 e 2015, e encontrou 733 bactérias diferentes e – pasmem! – cerca de 80% delas eram resistentes a pelo menos um antibiótico.

Foto: reprodução/internet
Foto: reprodução/internet

O trabalho também detectou altos níveis de Acinetobacter baumannii, uma bactéria muito encontrada em hospitais e que provoca infecções oportunistas em vias respiratórias e no trato urinário. A hipótese formulada pelos cientistas é a de que as bactérias tenham vindo de “fontes em que os antibióticos sejam usados regularmente”, se espalhando no ambiente marinho por meio de atividades humanas.

A resistência aos medicamentos ocorre quando o DNA das bactérias sofre mutação ou quando diferentes tipos de bactérias adquirem o DNA umas das outras, tornando os antibióticos ineficazes. (Com informações do Daily Mail).

Fonte: Metrópoles
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp