Quinta, 17 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Made Propagnda
Brasil - São Paulo

Postada em 17/09/2019 ás 09h25 - atualizada em 17/09/2019 ás 09h37

Publicada por: Bruna Sampaio

Grávida morre após ter AVC na porta da igreja antes de subir ao altar
Jéssica teve um AVC hemorrágico, por conta de uma pré-eclâmpsia.
Grávida morre após ter AVC na porta da igreja antes de subir ao altar

Foto: reprodução

Casar e ser mãe, esse era o sonho da gestante Jéssica Victor Guedes, 30 anos. Quando engravidou do noivo o tenente Gonçalves, ambos de São Paulo, eles decidiram realizar a cerimônia de casamento, antes de a filha, Sophia, nascer.

Segundo a Tentente Mariana, da Seção de Comunicação Social do 46 Batalhão da Polícia Militar, no último domingo (15), enquanto se preparava para subir ao altar, Jéssica, grávida de 7 meses, começou a se sentir mal e acharam que era ansiedade por causa do casamento. 

"No trajeto até a igreja, onde o noivo e os convidados a aguardavam para a cerimônia matrimonial, ela começou a se sentir mal novamente", conta Mariana. 

A família foi avisada e o noivo, que já estava à espera, foi ver o que estava acontecendo e encontrou Jéssica desacordada, na porta da igreja. Como ele foi bombeiro, fez os primeiros socorros na noiva, antes de o bombeiro chegar. Ela foi levada a um hospital de SP que o convênio atendia, porém, devido à complexidade do caso, foi transferida para o Hospital e Maternidade Pro Matre Paulista (SP), que não faz parte da cobertura do seu convênio.

Jéssica teve um AVC hemorrágico, por conta de uma pré-eclâmpsia, e já chegou à maternidade sem atividade cerebral. Segundo Mariana, a equipe realizou uma cesárea de emergência para salvar a vida da pequena Sophia, que nasceu de 29 semanas, pesando 1 kg. A bebê prematura está recebendo todos os cuidados na UTI Neonatal.

Como o casal gastou muito com o casamento e o tenente Gonçalvez, na tentativa de salvar sua esposa e filha, decidiu levá-la ao hospital que não era coberto pelo seu convênio, amigos decidiram fazer uma vaquinha virtual para ajudar com os custos de internação e UTI, inclusive da pequena Sophia. O site para ajudar é www.vaquinha.com.br/vaquinha/tenente-goncalves.

"Jéssica estava fazendo acompanhamento pré-natal, não teve nenhum pico de pressão alta durante toda a gestação e era saudável, fazia atividade física e se alimentava bem", disse a tenente Mariana.

Com a constatação da morte cerebral de Jéssica, a família decidiu atender ao próprio pedido dela e vão doar os órgãos, o que já está sendo realizado.

Em nota, a Pro Matre Paulista disse que: "No momento, toda a equipe da maternidade está priorizando o apoio, conforto e atenção às famílias do Tentente Gonçalves e da paciente, ajudando-as com todas as providências necessárias".

Fonte: Revista Crescer/Globo

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Rafael Leitoa destaca excelente situação fiscal do governo do Maranhão

Brasileira Por Giva Ferreira

Veja a entrevista da Vice-Prefeita de Brasileira Patrícia Pimentel

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

Grave acidente deixa vítima fatal na BR-135

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

Município de Demerval Lobão recebeu 'Prêmio Gestor Educador' da Undime

Sebastião Leal Por Kelcidione Alves

Prefeito de Sebastião Leal recebe 'Prêmio Gestor Educador' da Undime

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium