Segunda, 23 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

24° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 municípios
R10 municípios Redação do Portal R10 / Equipe R10 Municípios
Cidades Em Oeiras
18/09/2019 13h42 Atualizada há 1 ano
Por: Geysa Silva

Setembro Amarelo: Oeiras foca na prevenção do suicídio entre jovens

Ao longo todo o mês, UBS e escolas de Oeiras recebem atividades de valorização

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Durante a Campanha Setembro Amarelo, a Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), intensifica as ações voltadas para a prevenção do suicídio, no município de Oeiras. O objetivo é sensibilizar e conscientizar a população sobre a questão e informar sobre os sinais que precisam ser observados com atenção, bem como os locais onde os cidadãos devem procurar ajuda.

Ao longo todo o mês, Unidades Básicas de Saúde (USBs) e escolas de Oeiras recebem atividades de valorização da vida e prevenção ao suicídio, organizadas pelo CAPS, através do Núcleo de Prevenção do Suicídio. Focadas no público jovem, as ações envolvem também entrevistas no rádio, palestras e rodas de conversas em escolas e atividades em parceria com a Secretaria Municipal de Juventude.

Na noite desta terça-feira, 17, o CAPS promoveu um bate-papo sobre ansiedade, estresse, depressão e outros transtornos que podem comprometer a saúde mental. O momento foi realizado no Cine Teatro e contou com a participação de estudantes dos Centros Estaduais de Tempo Integral – CETIS Pedro Sá e Rocha Neto, CEEP Professor Balduíno Barbosa de Deus, Instituto Fontes e grupo Amigos da Misericórdia. “Precisamos estar juntos nessa luta de proteger e salvar vidas e cuidar da saúde de quem mais precisa”, pontua o prefeito José Raimundo, que também participou do evento.

Continua depois da publicidade

Conduzida pelo médico psiquiatra do CAPS, Vicente Gomes, com a participação da psicóloga Ludmila Sousa, a palestra focou na necessidade de atenção especial com o bem-estar e a saúde mental dos adolescentes, reforçando sobre a importância da prevenção e da busca do auxílio profissional para identificar os fatores de riscos e oferecer apoio às famílias.

“É sempre importante estar alertando toda a população, principalmente, esta faixa etária em que há uma vulnerabilidade maior para o adoecimento e para o transtorno mental em geral. É importante a gente trabalhar com prevenção para essa população. Para não falar diretamente sobre a questão do suicídio, abordamos temas sobre como enfrentar a ansiedade e o estresse do dia a dia. Falamos também sobre outros sintomas que envolvem depressão e reconhecimento de algum outro tipo de problema”, destaca o médico psiquiatra do CAPS.

Continua depois da publicidade
Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®