Sábado, 28 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Saúde Teresina
18/09/2019 14h15 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

FMS esclarece quem deve tomar a vacina contra o sarampo

A primeira dose é feita com um ano e com 15 meses precisa ser feita a segunda dose.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) Teresina comunica à população que a vacina contra o sarampo, que também protege contra a rubéola e a caxumba, é feita da seguinte maneira: as crianças de 6 meses a menor de 1 ano devem fazer uma dose da vacina, a chamada "dose zero". A primeira dose é feita com um ano e com 15 meses precisa ser feita a segunda dose. As pessoas com até 29 anos, que não tomaram duas doses de vacina contra o sarampo precisam completar essas duas doses. O intervalo entre uma dose e outra é de 30 dias.

Dos 30 aos 49 anos há a necessidade de apenas uma dose. Os maiores de 50 anos não precisam tomar a vacina, pois já tiveram sarampo ou já tiveram contato com alguém com sarampo. “Eu gostaria de explicar que você que tem contato com o vírus ou com a bactéria você tem a infecção. Aí existem dois caminhos: ter apenas a infecção ou desenvolver a doença provocada por aquele vírus ou por aquela bactéria. Por exemplo, a grande maioria das pessoas no Brasil já estão infectadas com o bacilo da tuberculose, porém não tem a doença. Quem tem a doença é um número muito menor de pessoas, que devido a seu estado imunológico esse bacilo se desenvolveu, aumentou sua população e então causou a doença”, explica Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS.

Para as pessoas que não têm certeza se já receberam a segunda dose da vacina contra o sarampo recomenda-se tomar mais uma dose no posto de saúde. Não existe problema em tomar mais de duas doses. A vacina só é contraindicada para gestantes e pessoas com baixa imunidade, como pacientes em tratamento contra o câncer ou portadores de doenças que derrubam o sistema imunológico, como a gripe, porque a vacina é feita com vírus vivo e atenuado, o que pode causar alguns efeitos colaterais.

Continua depois da publicidade
Fonte: FMS
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®