Quarta, 14 de Abril de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Esportes Copa do Mundo
19/09/2019 09h25 Atualizada há 2 anos
Por: Marina Sousa

Brasil joga mal e é dominado pelos EUA na Copa do Mundo de vôlei

Foto: Divulgação / FIVB
Foto: Divulgação / FIVB

Depois de vencer o Quênia facilmente na quarta-feira, a seleção brasileira feminina de vôlei não fez frente ao forte time dos Estados Unidos e acabou derrotada por 3 a 0 (parciais de 25/22, 25/18 e 25/19) nesta quinta em Hamamatsu pela Copa do Mundo no Japão. Sem encontrar o adversário em quadra, o Brasil sofreu sua segunda derrota na competição e viu o título ficar bem distante.

O próximo compromisso das meninas de José Roberto Guimarães será contra o duro selecionado chinês, um dos líderes, dia 22 em Sapporo.

No jogo, as americanas começaram em ritmo acelerado. Com muita velocidade e volume, foram para a primeira parada técnica já abrindo cinco pontos de vantagem (8/3). Apesar da reação no fim, as meninas perderam o set inicial por 25/22.

Continua depois da publicidade

Passando a sacar melhor e usando mais as jogadas de meio, a equipe brasileira parecia entrar no jogo, porém o começo da segunda parcial foi bem parecido com o da anterior, com os EUA dominando.

Tendo Andrea Drews, Jordan Larson e Kelsey Robinson como elementos de desequilíbrio, fizeram 8/2 e depois 18/8, mostrando o amplo controle. Mesmo com novo esboço de recuperação do Brasil, as americanas fecharam tranquilamente em 25/18.

O panorama seguiu no terceiro set. Errando muito e sem sequer ameaçar, as brasileiras viram as adversárias fazerem 8/3 e irem para a parada técnica com o jogo nas mãos. Repetindo o roteiro, o Brasil ameaçou reagir, mas ficou só na ameça e perdeu a parcial por 25/19, caindo diante da poderosa equipe americana, líder invicta da competição.

A equipe brasileira começou jogando com Gabi, Bia, Drussyla, Lorenne, Fabiana, Macris e a líbero Camila Brait. Entraram Sheilla, Roberta, Amanda e Mara.

Com o resultado diante das americanas, o Brasil está agora na sexta colocação, com oito pontos. Atrás de China e Estados Unidos, que têm 15, Rússia e Holanda, que têm 10, e Sérvia, que tem nove.

Fonte: GE
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®