Sexta, 16 de Abril de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

28°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Piauí Ação policial
19/09/2019 11h53 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Operação apreende cartões de crédito e cheques no interior Piauí

Foto: Divulgação/PC
Foto: Divulgação/PC

A Polícia Civil do Piauí, por meio da equipe de investigação da 19ª DRPC sediada em Guadalupe, em operação deflagrada hoje (19), apreendeu grande quantidade de cartões magnéticos e documentos diversos na cidade de Marcos Parente/PI.

Após investigação, e com auxílio do canal de denúncias anônimas, a Polícia Civil deu cumprimento a dois mandados de busca e apreensão visando preliminarmente coibir os crimes de estelionato e crime contra economia popular.

Durante a investigação apurou-se que Clécio Soares Rodrigues realizava empréstimos a terceiros e como garantia de pagamento fazia a retenção dos cartões magnéticos e documentos pessoais das vítimas, promovendo inclusive saques de benefícios sociais.

Em um dos imóveis foi apreendida farta quantidade de cartões magnéticos, cheques e documentos pessoais. A Polícia Civil durante as buscas contou com o apoio da PMPI através do GPM de Marcos Parente. O suspeito não estava em casa no momento do cumprimento do mandado.

Segundo o Delegado Moises Aragão Linhares que responde pela Delegacia de Marcos Parente, o autor também responderá pelos crimes de Apropriação Indébita previsto no Código Penal, além dos crimes previstos nos art. 102 e 104 do Estatuto do Idoso, por apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa da de sua finalidade, prevendo pena de reclusão de 1 (um) a 4 (quatro) anos e multa e por reter o cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios, proventos ou pensão do idoso, bem como qualquer outro documento com objetivo de assegurar recebimento ou ressarcimento de dívida, com pena prevista de detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos e multa.

As investigações continuam em andamento, não se descartando novos pedidos de prisão e autuação de envolvidos na formação de organização criminosa .

Qualquer denuncia pode ser efetuada através de contato com o número da Delegacia de Guadalupe 89 9 9410 1030 (telefone e whatsapp) ou por nosso link de denuncias descrito abaixo.

encurtador.com.br/amoHL

Fonte: SSP
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®