Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

23° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Jucelma Sales
Jucelma Sales Correspondente do município.
Cidades Em Picos
20/09/2019 10h41
Por: Geysa Silva

Dois casos suspeitos de Zika Vírus são investigados em Picos

As notificações em decorrência da picada do mosquito Aedes Aegypti que pode ocasionar doenças como Dengue, Zika Vírus e Chikungunya, atingiu níveis alarmantes na cidade de Picos. Dos 392 casos notificados, 133 já foram confirmados como Dengue, dois casos como Chikungunya e mais dois estão sendo investigados sob suspeita de Zika Vírus.

Os resultados obtidos são frutos de exames realizados no Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (LACEN-PI) mediante a coleta de amostras na população picada pelo mosquito.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em se tratando dos casos investigados de Zika Vírus, ambos respondem a crianças maiores de 4 anos, residentes nos bairros Centro e São Vicente.

Continua depois da publicidade

O coordenador de Vigilância Epidemiológica, em Picos, Robsonclay Viana, explicou que diante da confirmação dos casos, os profissionais de saúde serão acionados para acompanharem e oferecerem devido tratamento às pessoas.

“Quando recebemos a confirmação de Zika, Chikungunya, avaliamos o quadro do paciente. Em casos de Zika verificamos se trata de gestante para realizar todo o acompanhamento e para verificar se não restarão consequências para o bebê. Nos casos de Chikungunya acionamos a Unidade Básica de Saúde e os profissionais da Saúde da Família para acompanhar essa pessoa que ao longo do processo sentirá dores”, disse o coordenador.

Robsonclay ainda acrescentou que os números alarmantes tiveram maior nível de gravidade no mês de maio quando as chuvas ainda eram presentes. Em decorrência disso, os números de casos confirmados de dengue aumentaram 492% em relação ao mesmo período de 2018. Ações preventivas e de combate ao mosquito foram adotadas.

“Quando iniciou o aumento dos casos de dengue no período de maio emitimos um alerta a Vigilância Ambiental e mapeamos as áreas de maior risco. Assim foi feito um trabalho de eliminação dos focos do mosquito da dengue. Nestes meses de junho, julho, agosto, os casos estão regredindo. Na última semana mesmo recebemos uma única notificação, quando antes eram 30 por semana”, disse.

Vale ressaltar que a Coordenação Epidemiológica de Picos ainda monitora as áreas como maior foco de mosquito. Na zona urbana são os bairros Junco, Paraibinhas, Pedrinhas, e na zona rural Morrinhos, Curralinhos e Estrivarias.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp