Quarta, 16 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(86) 99915-1055
Coluna Policial

Coluna Policial

Coluna Policial Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.

[email protected]

(86) 99915-1055

Polícia - Rio de Janeiro

Postada em 21/09/2019 ás 10h11 - atualizada em 21/09/2019 ás 11h49

Publicada por: Marina Sousa

Menina de 8 anos morre após ser baleada durante ação da PM
Ela foi atingida nas costas quando PMs atiraram contra uma moto na Fazendinha.
Menina de 8 anos morre após ser baleada durante ação da PM

Foto: reprodução/redes sociais

A menina Ágatha Félix, de 8 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada deste sábado. Ela foi atingida nas costas por um tiro de fuzil, na noite desta sexta-feira, na Fazendinha, no Complexo do Alemão, Zona Norte. Ela estava dentro de uma Kombi no momento em que foi baleada. A criança foi levada para o Hospital estadual Getúlio Vargas, na Penha, Zona Norte. O avô materno da criança, identificado como Ailton Félix, pediu explicações sobre o disparo:

"Quem tem que dar informações é quem deu o tiro nela. Matou uma inocente, uma garota inteligente, estudiosa, obediente, de futuro. Cadê o policiais que fizeram isso? A voz deles é a arma. Não é a família do governador ou do prefeito ou dos policiais que estão chorando, é a minha. Amanhã eles vão pedir desculpas, mas isso não vai trazer minha neta de volta." — exclamou o avô em tom de revolta.

Segundo moradores, o autor do disparo seria uma policial militar da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade, que teria suspeitado de um motociclista que passava no local. Em nota, a PM informou que a Coordenadoria de Polícia Pacificadora vai abrir um procedimento apuratório para verificar as circunstâncias do fato.

A corporação informou que equipes da UPP estavam baseadas na esquina quando foram atacadas por criminosos. Os agentes revidaram, segundo a PM. Ainda de acordo com a Polícia Militar, moradores informaram à equipe que a menina havia sido baleada na localidade conhecida como Estofador. Os agentes foram ao Hospital Getúlio Vargas, onde confirmaram a entrada da vítima, ferida por arma de fogo.

Após a morte da menina, a hashtag #ACulpaÉDoWitzel se tornou um dos assuntos mais comentados do país no Twitter, na manhã deste sábado. O governador do Rio voltou a ser criticado nas redes sociais após, nesta sexta-feira, reafirmar que quem usa fuzil contra o cidadão de bem "não merece viver", defendendo o "abate" de criminosos. A declaração foi dada durante a inauguração da Operação Brangu Presente, na Zona Oeste.

Fonte: Jornal Extra

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium