Sábado, 28 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Polícia Alepi
24/09/2019 14h28 Atualizada há 1 ano
Por: Bruna Sampaio

Em meio a discussões, deputados aprovam empréstimos do Governo do PI

As comissões se reuniram nesta terça-feira para votar as mensagens.

Foto: Divulgação/Alepi
Foto: Divulgação/Alepi

As comissões de Constituição e Justiça e de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação aprovaram hoje (24), em reunião conjunta na sala da CCJ, as propostas do Poder Executivo, que tratam de autorização para que o Governo do Estado contrate empréstimos que totalizam R$ 3,3 bilhões junto a instituições financeiras nacionais e internacionais.

As comissões aprovaram ainda a proposta também do executivo, que abre crédito suplementar de R$ 1,5 bilhão para o Governo, rejeitando emenda do deputado Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição, que proibia o Estado de usar esses recursos para cobrir deficit previdenciário.

O deputado Júlio Arcoverde (Progressistas) presidiu a reunião da CCJ e iniciou as votações colocando em apreciação parecer favorável, de sua autoria, ao pedido de autorização para que o Governo realize operação de crédito no valor de R$ 1,2 bilhão junto ao Banco Brasil Plural destinado ao alongamento dos prazos de dívidas consolidadas do Estado. A proposição teve voto contrário da deputada Teresa Britto (PV).

Continua depois da publicidade

Os deputados Gustavo Neiva e Marden Menezes (PSDB) protestaram contra a aprovação da proposta, alegando que o Banco Brasil Plural não tem idoneidade para fazer o empréstimo porque é citado em denúncias de corrupção pela Operação Lava-Jato.

A oposição votou contra o parecer favorável de Júlio Arcoverde à mensagem que autoriza o Executivo a contratar empréstimo de R$ 1,7 bilhão junto ao Banco do Brasil Plural destinado à realização de obras, como a construção de estradas, mas foi favorável à autorização para que o Governo do Estado realize operações de crédito de R$ 100 milhões e de R$ 478 milhões, respectivamente, junto ao Banco do Brasil e ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a melhoria da segurança pública e projetos de desenvolvimento no semi-árido piauiense. As proposições tiveram pareceres favoráveis do deputado João Madison, líder do MDB.

Os deputados Marden Menezes, Gustavo Neiva e Teresa Britto defenderam aprovação de emenda do líder de Oposição, Gustavo Neiva, que proibia o Governo do Estado de utilizar o precatório de R$ 1,5 bilhão que receberá do Fundef (Fundo de Desenvolvimento da Educação Fundamental) na redução do deficit da Previdência estadual. A emenda foi rejeitada pelo relator da matéria, o deputado João Madison, que foi acompanhado pela maioria dos deputados da comissão.

Continua depois da publicidade

Finanças - Na Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação, que se reuniu sob a presidência do deputado Nerinho (PTB), os pedidos de empréstimos também foram aprovados, bem como a autorização para que o Governo abra crédito adicional suplementar de R$ 1,5 bilhão. Todas as proposições receberam pareceres favoráveis do deputado Nerinho, que acatou os relatórios aprovados na CCJ.

O deputado Marden Menezes pediu vistas da Mensagem nº 40, do Executivo, que trata da instituição do Programa de Recuperação de Créditos Tributários visando beneficiar devedores de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias, Serviços, Transportes e Comunicação) com redução de até 95% de multas e juros. A matéria já havia sido aprovada pela CCJ com base em parecer favorável do deputado João Madison.

Deputados presentes

Continua depois da publicidade

Além dos presidentes Júlio Arcoverde e Nerinho, a reunião conjunta contou com a presença dos deputados Henrique Pires (MDB), Flávio Júnior (PDT), Fábio Xavier (PR), Francisco Costa (PT), Francisco Limma (PT, líder do Governo), Teresa Britto (PV), Firmino Paulo (Progressistas), João Madison (líder do MDB), Gessivaldo Isaías (PRB), Evaldo Gomes (Solidariedade), Franzé Silva (PT), Coronel Carlos Augusto (PR), Zé Santana (MDB), Hélio Isaías (Progressistas), Oliveira Neto (Cidadania), Pablo Santos (MDB), Marden Menezes (PSDB), Dr. Hélio Oliveira (PR) e Gustavo Neiva (PSB, líder da Oposição).

Fonte: Alepi
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®