Quarta, 20 de novembro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Padre Marcos

Padre Marcos

Seja um correspondente.

Cidades - Evento

Postada em 25/09/2019 ás 08h49

Publicada por: Gustavo Miranda

XI Conferência Municipal da Assistência Social de Padre Marcos
O município de Padre Marcos recebeu elogios pela palestrante.
XI Conferência Municipal da Assistência Social de Padre Marcos

Foto: Reprodução/Cidades na Net

O município de Padre Marcos sediou na manhã desta terça-feira (24), a XI Conferência Municipal da Assistência Social. O evento reuniu membros da sociedade civil, representantes do Poder Legislativo e foi realizado no Plenário Edite Alencar da Silva, na Câmara de Vereadores. A iniciativa foi desenvolvida pela Prefeitura através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Conselho Municipal de Assistência Social.

A conferencia que tem como tema “Assistência Social: Direito do Povo, com Financiamento Público e participação social”  teve como objetivo analisar, propor e deliberar com base na avaliação local as diretrizes para gestão do financiamento do Sistema Único da Assistência Social – SUAS, reconhecendo a responsabilidade de cada ente federal.

A reunião foi conduzida pela secretária de Administração, Thuanny Mikaella, que convocou as autoridades para a composição da mesa de honra formada pela secretária da Assistência Social, Lucicleide Dias; a psicóloga e técnica de referência do CRAS, Vanessa Marques; a secretária de Saúde, Maria Lúcia; o presidente do Conselho Municipal da Assistência Social, Anatálio Silva; o vereador e presidente do Legislativo, Adão José; os vereadores: Iranildo Carvalho e Antônio Francisco de Carvalho; representando o prefeito de Padre Marcos, o secretário de Finanças, Orlando Carvalho; representando todas as famílias usuárias do SUAS e representante do NUCA, adolescente Vitânia; a assistente social e técnica de referencia da SEMAS, Jéssica Ramos; o secretário de Transportes, Erimar Carvalho; o secretário de Agricultura, Elton João; a palestrante Cícera Geovânia e a presidente do STTR e representante do CMDCA, Gracilene Carvalho.

Após formação da mesa, a execução do Hino Municipal e apresentação de crianças com idade entre 05 e 08 anos, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que apresentaram a peça Respeitando as diferenças, sob a coordenação e monitoria de Josivânia Carvalho.

A secretária municipal de Assistência Social, Lucicleide Dias, fez uso da palavra na tribuna legislativa para saudar e agradecer a gestão municipal pelo empenho no tocante aos serviços da SEMAS. Lucicleide aproveitou para relatar os objetivos da conferência.

O presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Anatálio Silva, discursou reforçando sobre a discussão das ações a nível municipal, estadual e federal. O mesmo lamentou a falta de recursos.

Durante ocasião foi lido o regimento interno e apresentados os eixos temáticos: O eixo 1 – Assistência Social e Direito do Povo. Eixo 2: Financiamento Público e, eixo 3 – SUAS com participação social. A Secretaria Municipal de Assistência Social apresentou também relatório dos tipos de serviços prestados e programas.

Dados do Ministério da Cidadania apontam que o Brasil através do SUAS, já retirou mais de sessenta mil pessoas, moradores de ruas. O sistema permitiu a construção de uma das maiores redes  de serviços estatais do mundo. Desde sua criação existem mais de 8 mil Centros de Referências da Assistência Social (CRAS), onde as exigências requerem pelo menos um Cras em cada município. Foram criados mais 2.500 (dois mil e quinhentos) Creas em metrópoles, capitais, cidades de grande e médio porte. Aproximadamente, no Brasil, existem 300 centros de referência que beneficiam a população vulnerável, ou seja, pessoas que moram nas ruas de metrópoles, grandes centros e cidades de grande e médio porte.

O Sistema Único de Assistência Social, já criou 500 abrigos com mais de 20 mil vagas para crianças e adolescentes, 2 mil abrigos para idosos gerando 50 mil vagas. São mais de 200 centros de atenção para pessoas idosas ou com deficiência e, 300 mil idosos beneficiados com os Serviços de Convivência. O Brasil possui mais de 5 mil unidades com acolhimento para 160 mil vagas. O SUAS possui mais de 11 mil entidades atuantes em todo país.

A palestrante da Conferência Municipal de Assistência Social em Padre Marcos, professora Cicera Geovânia, ministrou palestra e discursou sobre as dificuldades enfrentadas com a falta de recursos. De acordo com Cicera há casos em que pessoas que são beneficiadas com programas não se desvinculam quando são empregados, principalmente com a carteira de trabalho registrada. “É importante informar quando há o registro de carteira de trabalho”, recomenda.

O município de Padre Marcos recebeu elogios pela palestrante. Diante das dificuldades, ela aponta que a gestão municipal está fazendo de tudo para atender as demandas beneficiando o povo com assistência nos mais variados programas e serviços.

Fonte: Cidades na Net

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium