Terça, 15 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Piauí Ação da PF
25/09/2019 11h16 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Prima de Rejane Dias é um dos alvos da Operação Satélite

Pauliana Ribeiro Amorim - Foto: reprodução
Pauliana Ribeiro Amorim - Foto: reprodução

A Polícia Federal em parceria com a Controladoria-Geral da União deflagrou na manhã desta quarta-feira (25), a Operação Satélite, um desdobramento da Operação Topique, que investiga crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, lavagem de dinheiro, entre outros, por gestores públicos da Seduc-PI e por empresários. 

Os policiais cumpriram 19 mandados de busca e apreensão, sendo 18 em Teresina - no Palácio de Karnak e na Secretaria da Infraestrutura do Estado do Piauí (Seinfra) - e um em Luís Correia. 

Pauliana Ribeiro Amorim prima da primeira-dama e ex-secretária de Educação, Rejane Dias, é um dos alvos da operação. 

Natural de São João do Piauí, mesma cidade de sua prima, Pauliana foi superintendente de Educação no governo de Wellington Dias (PT) e só saiu do cargo quando Rejane assumiu a Seduc e Helder Jacobina foi para seu lugar.

Em 2017, Pauliana foi exonerada da Seduc e abrigada na Seinfra.

Um dia depois de ser deflagrada a Operação Topique, em 2018, o site Código do Poder divulgou que Pauliana Ribeiro Amorim era sócia de uma empresa com capital social de R$ 2 milhões. A atividade principal seria de hotelaria.

Ela chegou a informar por meio de nota que não existia uma empresa de fato, apenas um número de CNPJ. Também informou à época que já havia solicitado à Receita Federal seu cancelamento, mas isso não aconteceu até hoje.

Fonte: Com informações do Politica Dinâmica
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp