Sábado, 18 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

31°

22° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
Jucelma Sales
Jucelma Sales Correspondente do município.
Cidades Em Picos
30/09/2019 10h35
Por: Geysa Silva

XIII Parada da Igualdade reúne milhares de pessoas em Picos

Aconteceu em Picos durante este fim de semana a Jornada Nordestina de Cidadania Plena LGBT, onde foram discutidos diversos temas voltados para a comunidade, mas também extras, onde eles debateram que tipo de contribuição podem dar, por exemplo, na luta de erradicação do feminicídio.

Para encerrar a jornada, foi realizada mais a XIII Parada da Igualdade de Picos, que reuniu milhares de pessoas, desde homossexuais a heterossexuais, de crianças a idosos. A festa contou ainda com apresentação de duas bandas de swingueira, sendo uma delas a Banda Pilera, atração principal da noite.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Estiveram presentes pessoas de todo o Nordeste, assim como de mais cinco estados da Federação Brasileira: Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Distrito Federal e Rio Grande do Sul. Entre elas, a única Drag Queen Perna-de-Pau do Brasil, O Mister Bumbum 2019 e a apresentadora Tábata, da TV Diário (Ceará).

Continua depois da publicidade

Jovana Cardoso, Coordenadora de Direitos Humanos, declarou que a realização do evento se deu com muita dificuldade, mas que nenhuma delas fez com que a equipe de organização desanimasse, colhendo, ao fim desde domingo, o fruto do êxito.

“Mais uma parada feita com muita dificuldade, mas somos resistência. Tivemos três dias de seminário na Pousada Guaribas e Maria Santana já nos fez o convite para a 14ª Parada em 2020. Picos mostra para o Brasil e mundo que somos resistência, que jamais abaixaremos a cabeça. A parada da igualdade de Picos não vem para confrontar ninguém, mas para dizer à sociedade que não queremos destruir a família de ninguém, mas, sim, construirmos a nossa. Nossa expectativa é sempre evoluirmos”, disse ela.

A diretora do Centro Integrado de Especialidades Médicas, Maria Santana, além de uma das apoiadoras do evento, participou de sua organização. Segundo ela, que está presente desde a 3ª edição da Parada da Igualdade, é preciso mostrar às pessoas que o amor é o mais importante meio para se quebrar barreiras.

“Esse é um evento que movimenta a cidade de Picos. Recebemos aqui turistas de várias cidades e os picoenses também pararam para prestigiar esse evento. É importante valorizar a cultura. Não é uma festa só para os homossexuais, mas para todos os picoenses. Observamos que há muitas famílias e isso é importante para quebrar as barreiras do preconceito, que não importa a orientação sexual, mas sim o amor e respeito”, disse ela.

Conhecida por Tia Karen, a drag queen parnaibana veio a Picos para apresentar a XIII Parada da Igualdade. Ela, durante o final de semana, também tomou posse como secretária na Organização Nordestina LGBT, e parabenizou a gestão pelo evento.

“A Jornada em Picos foi maravilhosa. Tivemos muita participação. Isso mostra o sucesso. O prefeito de Picos, Padre Walmir, um sacerdote católico, é um exemplo para todos, pois leva a questão da igualdade como algo valoroso. Em momento algum ele pôs a Bíblia à frente. É um exemplo para todo o país, mostrando a liberdade, o amor e o respeito acima de tudo”, declarou.

O prefeito municipal não esteve presente no evento, pois já havia agenda marcada em outra cidade. Nossa equipe entrou em contato com ele, que é preciso quebrar paradigmas e apoiar a defesa do amor.

“É um evento que já faz parte do calendário do município e não podemos deixar de realizar. Damos todo o nosso apoio porque defendemos que o importante é semearmos o amor. Cristo amou a todos. Quando veio, ele não fez distinção, mas veio quebrar paradigmas. E esse é o ensinamento que temos. E nosso dever como gestor é apoiar esses eventos culturais que movimentam nossa cidade”, destacou.

Participaram da parada o casal Clodomir do Nascimento e Heraldo Carvalho, ambos teresinense e picoense, respectivamente. Juntos há quase quatorze meses e entrando para o segundo mês de oficialização civil, o casal parabenizou a gestão por dar espaço de valorização para a comunidade LGBT.

“Isso é uma forma de resistência nesse país no qual vivemos. E precisamos de mais resistência. Quando fomos casar, disseram que não faziam o casamento homossexual em Picos, mas corremos atrás e conseguimos. A Prefeitura de Picos está de parabéns pela realização desse evento que nos dá o direito de sermos reconhecidos por quem somos”, declararam.

Os concursos Trans Glamour e Drag Glamour foram cancelados, pois uma forte chuva prejudicou o som do evento. O prêmio, de R$ 6.000,00 (seis mil reais), foi dividido entre todas as participantes das duas categorias.

Fonte: Cidades na Net
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp