Sábado, 24 de Outubro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

26°

24° 36°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 municípios
R10 municípios Redação do Portal R10 / Equipe R10 Municípios
Cidades Em Santana do PI
18/10/2019 09h28
Por: Geysa Silva

Santana do PI realiza audiência pública sobre operação carro-pipa

A audiência foi realizada na câmara municipal de Santana do Piauí

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Com o objetivo de solucionar problemas existentes na operação Carro-pipa no município de Santana do Piauí, a Prefeita de Santana através da Secretaria de Agricultura, a coordenação municipal de Defesa Civil juntamente com o 3º BEC (Batalhão de Engenharia e Construção), realizaram na noite desta quinta-feira (17) na Câmara Municipal uma audiência pública para debater os problemas e encontrar uma solução.

Participaram da audiência pública, a prefeita de Santana, Maria José (Progressista), o secretário municipal de Agricultura Francisco de Moura Sobrinho (Netinho), o coordenador da Defesa Civil do município Antônio Wilton, o Capitão Kelson e o Subtenente Keilon ambos do 3º BEC, o vereador Ricardo Rodrigues (PTB), e representantes das comunidades e pontos de apoio que são atendidos pela operação Carro-pipa no município.

Hoje essa operação segundo o Capitão Kelson atende cerca de 1,7 milhão de pessoas em aproximadamente 500 municípios do Nordeste e do Norte do país que sofrem com a estiagem e a escassez de água, e como Santana faz parte do escritório regional do 3º BEC, cabe aquele órgão operacionalizar e fiscalizar ao mesmo tempo esse programa que atende cerca de 12 pontos de apoio no município, mas que devido algumas irregularidades encontradas, a operação poderia ser suspensa e para não prejudicar algumas famílias que cumprem as determinações, achou-se melhor realizar a audiência.

Continua depois da publicidade

Durante a audiência pública foram discutidos os problemas existentes e as soluções para essas irregularidades, e ficou acertado que o município através da Coordenadoria da Defesa Civil terá um prazo de 15 dias para fazer novo levantamento, cadastrar as famílias que serão beneficiadas e encaminhar para o 3º BEC para que a operação continue, pois a Distribuição de Água Potável ela é exclusiva para o consumo humano e não poder ser usado para lavar roupas, tomar banho e dá para animais, pois para cada pessoa de uma residência ela tem direito a receber 20 litros de água por dia, a casa que tiver mais de uma pessoas receberam igual quantidade, e para os outros labores caberá a prefeitura e a Defesa Civil do Estado resolver esse problema.

Segundo informou o Capitão Kelson, hoje o 3º BEC atende cerca de 15 mil pessoas na região com 42 pipeiros, e esse programa vem beneficiando todas elas, esclarecendo ele que cada ponto de apoio que recebe água ele abastece um raio de 500 metros envolva, ou seja, todas aquelas famílias que residente naquela região, e se tiver uma família que fique fora desse raio será criado um ponto de apoio só para ela, disse ele.

Segundo informou o Secretário de Agricultura do município Netinho, a parti desta sexta-feira (18), as famílias beneficiadas pelo programa em Santana do Piauí deverão procurar o coordenador da Defesa Civil do município Antônio Wilton para fazerem refazerem seus cadastros para que os mesmos depois de prontos sejam enviados para o 3º BEC para que a operação continue funcionando no município, pois o problema detectado pelo Coronel Albuquerque foi porque algumas famílias além de usar a água para o consumo também usaram para a farinhada o que é proibido pelo programa, mais que o órgão se sensibilizou com o município e resolveu fazer uma nova contagem de necessidade, disse ele.

Continua depois da publicidade

Para o secretário, a audiência pública foi muito positiva e agora cabe aos interessados fazer novamente o cadastro para que o programa não seja cortado no município, e com isso, as famílias continuem sendo abastecidas por água, obedecendo claro os critérios exigidos por lei, frisou ele.

Para a prefeita Maria José (Progressista), essa audiência pública foi muito esclarecedora, pois muitas dúvidas que se tinham a respeito disso foram esclarecidas e acredita que as pessoas tenham entendido, pois as fiscalizações que foram realizadas na verdade elas são de rotinas do Batalhão, e em uma dessas foi encontrado algumas irregularidades por parte dos beneficiados, ou seja, algumas famílias por falta de conhecimento além de usar água para o consumo como é o programa também usaram água para farinhada o que não é permitido, e aí o município foi notificado do problema e procurar se readequar para que e a Operação Carro-pipa continue no município de Santana do Piauí.

Segundo a prefeita Maria José, para tentar resolver esse problema foi feita a audiência pública com os usuários do programa para que nela fosse feito os esclarecimentos necessários de acordo com as exigências em lei, e com isso ele fosse mantido no município com as suas respectivas adequações necessárias, disse ela.

Continua depois da publicidade

“Nós que somos o poder púbico municipal iremos continuar dando suporte aqueles que não se enquadram no programa, através tanto do carro pipa do município como também buscando soluções dentro do programa de Defesa Civil do Estado para que nossa população não passe necessidade de água devido nesse período ser o mais crítico por falta de chuva”, disse ela.

Fonte: Cidades na Net
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®