Sexta, 06 de dezembro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Nova Comunicação 2
[email protected]
(86) 99915-1055
Radar Político

Radar Político

Radar Político Tudo sobre Política.

[email protected]

(86) 99915-1055

Cidades - Em Pedro Laurentino

Postada em 18/11/2019 ás 16h42

Publicada por: Geysa Silva

MP deu 30 dias para Léo Leite exonerar parentes da prefeitura
Gestor é alvo de outros processos por outras irregularidades
MP deu 30 dias para Léo Leite exonerar parentes da prefeitura

Foto: Divulgação

O Ministério Público Do Estado Do Piauí, através da 2ª Promotoria de Justiça de São João do Piauí, fez uma recomendação ao prefeito Leôncio Leite de Sousa(Léo Leite)  providencie, no prazo de trinta dias, a exoneração de todos os ocupantes de cargos de Secretários Municipais, que tenham grau de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou afim até o terceiro grau com qualquer das pessoas ocupantes do cargo de Prefeito ou Vice-Prefeito, que não possuam qualificação técnica necessária para o comando das secretarias.

O órgão ministerial determinou que o prefeito Léo Leite deve efetuar, imediatamente, a exoneração das pessoas das secretarias que não exerçam cargos de Secretários Municipais, e de todos os ocupantes de cargos em comissão, de confiança ou funções gratificadas que sejam cônjuges, companheiros ou que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade, até o terceiro grau, com a respectiva autoridade nomeante, detentor de mandato eletivo ou servidor da mesma pessoa jurídica, investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento.

Ainda de acordo com o chefe da Promotoria de Justiça Local, Jorge Luiz da Costa Pessoa, o prefeito de Pedro Laurentino deve evitar a realização de novas nomeações que desrespeitem o contido na Súmula Vinculante nº 13,  que prevê os casos de nepotismo na administração publica.

Em caso de não acatamento da Recomendação expedida, o Ministério Público informa que adotará as medidas legais necessárias a fim de assegurar a sua implementação, inclusive através do ajuizamento da ação civil pública de responsabilização pela prática de ato de improbidade administrativa.

Fonte: Portal Mandacaru

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium