Terça, 21 de janeiro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Sultanato de Omã

Postada em 21/11/2019 ás 22h42 - atualizada em 21/11/2019 ás 22h57

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Data Nacional do Sultanato de Omã é celebrado em Brasília
O embaixador Amad Hamood Salim Al Abri, do Sultanato de Omã,celebra o início do renascimento de Omã
Data Nacional do Sultanato de Omã é celebrado em Brasília

A cultura de Omã é rica em costumes, tradições e seus mercados estão repletos de artes tradicionais.(Fotos Brasília in Foco)

Por Milton Atanazio

O embaixador Amad Hamood Salim Al Abri, do Sultanato de Omã, reuniu ontem (20), embaixadores, empresários, jornalistas e a comunidade diplomática, na casa de festas Dúnia City Hall, no Lago Sul em Brasília, para comemorar a Data Nacional de seu país.

O dia 18 de novembro celebra o início do início do renascimento de Omã, representado pelo aniversário do Sultão Qaboos bin Said Al Said, responsável por grandes mudanças no país. O Sultão qaboos bin Said Al Said governa Omã desde desde 1970, quando assumiu o poder e deu início ao período conhecido como "Renascimento Abençoado de Omã". Ao longo desse período, o país modernizou-se e desenvolveu-se de forma harmoniosa e programada, melhorando substancialmente os índices de desenvolvimento nacional. Desde então, o país tem gozado de grande estabilidade política, econômica e social.

O Sultanato se destaca politicamente por ser um país que prioriza, acima de tudo, o respeito pelos princípios de não interferência em assuntos internos e a busca permanente de diálogo entre países, o fomento da paz e do entendimento pacífico entre as nações, o respeito às diferentes culturas e às normas internacionais de boa convivência.

Economicamente, os sucessivos planos quinquenais estabelecidos pelo Sultão Qaboos, ao longo dos últimos 49 anos, permitiram o rápido e equilibrado desenvolvimento do país, que hoje nutre anseios de se transformar em "hub" comercial e portuário da península, tendo como força, sua extensa costa voltada para o mar aberto, sua infraestrutura portuária moderna, a rede viária já existente e a ferroviária sendo construída para esse fim, as facilidades fiscais e de financiamento oferecidas às empresas que desejam se instalar no país, além do bom trânsito e ausência de conflitos com todos os países vizinhos.

Cultura e turismo

Omã tem uma herança antiga, pois seus sítios arqueológicos ainda estão presentes hoje. Essa rica herança reflete o forte vínculo que conecta Omã à sua terra e comunidade. É vívido através dos costumes, artes, tradições, arquitetura e muitas outras atividades, como corridas de camelos, corridas de cavalos e touradas.

Omã também é famoso por seus muitos fortes e castelos que foram construídos em diferentes épocas e circunstâncias. Os fortes gloriosos testemunharam muitas guerras e mudanças importantes na história de Omã. Assim, o sultanato, representado pelo Ministério da Cultura e Patrimônio, trabalha para manter e proteger esses locais com uma série de reformas e reparos contínuos. Também trabalha para facilitar a maneira de alcançar e identificar esses sítios.

A participação do sultanato no comitê de cultura e patrimônio da UNESCO ajudou a proteger seu patrimônio da ruína. Além disso, o departamento de arqueologia da Universidade Sultan Qaboos, em cooperação com delegações internacionais, está realizando uma série de estudos e pesquisas relacionados ao patrimônio cultural de Omã. Omã também é dotado de muitos museus, castelos, fortes e mesquitas que enriquecem sua cultura.

A cultura de Omã é rica em costumes, tradições e seus mercados estão repletos de artes tradicionais. Omanis são famosos por seu folclore único como: Razha, Mindan e Aazi, que podem ser testemunhados em casamentos, Eid e celebrações nacionais. A Autoridade Pública para as Indústrias de Artesanato supervisiona a manutenção dessa fabulosa herança e tradição em sua melhor forma e incentiva Omanis a continuar praticando-as e ensinando-as para as próximas gerações. Em 2006, Mascate foi a Capital Cultural designada para o Mundo Árabe, apresentando seu legado através de eventos organizados durante todo o ano. Nizwa, além disso, foi designada Capital Cultural do Mundo Árabe em 2015, refletindo as profundas raízes culturais e históricas de Omã.

Comércio bilateral

Brasil e Omã mantém relações diplomáticas desde 1974. Em 2008, foi aberta a embaixada brasileira residente em Mascate, seguida da abertura da embaixada de Omã em Brasília, em 2010. O comércio bilateral cresceu de US$ 100 milhões, em 2007, para US$ 800 milhões em 2018. E ambos países demonstram interesse em ampliar os fluxos e em diversificar a pauta da relação comercial.

Na pauta exportadora brasileira estão produtos como minério de ferro não-aglomerados e seus concentrados, frango congelado e tubos de aço para revestimentos de poços. Por outro lado, outros produtos são importados pelo Brasil: derivados de petróleo, fertilizantes e materiais de construção.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro esteve presente no evento e falou sobre a importância do mundo árabe no Brasil, afirmando que conhecerá Omã em breve.

Fonte: Milton Atanazio

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium