Sexta, 27 de Novembro de 2020
86 9 8877-6606

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 98877-6606

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

25°

24° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
R10 Policial
R10 Policial
Tudo sobre notícias policiais do Brasil e do mundo.
Polícia Em Teresina
22/11/2019 14h32 Atualizada há 1 ano
Por: Geysa Silva

Caso Vanessa: Pablo diz não lembrar e pede perdão à família da vítima

Empresário atropelou sua ex-namorada e a jovem Vanessa Carvalho, que morreu

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O acusado de matar a enfermeira Vanessa Carvalho e tentar assassinar a ex-namorada Anuxa Alencar, Pablo Henrique Santos, afirmou durante interrogatório na 1ª Vara do Tribunal do Juri em Teresina que teve amnésia alcoólica no dia do atropelamento das jovens e que só retornou a consciência após o ocorrido.

Em seu depoimento, Pablo deu detalhes de como o casal se preparou para ir ao casamento, informando que ingeriu bastante bebida alcoólica e afirmou ter lembrado de um momento em que sua ex-namorada, Anuxa, teria dançado com um terceiro.

Pablo disse que bebeu bastante e só retornou a consciência quando já estava na Central de Flagrantes. “Eu só me recordo que estava muito embriagado. Eu fiquei bebendo e tomei mais umas seis a sete doses, e aí não lembro mais de nada. Só vim estar em si quando cheguei na Central de Flagrantes e uma pessoa me disse que eu tinha acabado de matar uma pessoa", disse em depoimento.

Pablo afirmou não saber quantas doses de bebida ingeriu naquela noite, ao total e disse que é diabético. "Não é querendo fugir do acontecimento. Hoje tenho a plena ciência que fui o causador disso tudo. Mas, do dia, eu não me lembro". 

Pais defendem

A mãe de Pablo disse em depoimento que acredita que o filho não sabia que tinha atropelado Anuxa e Vanessa. Ela contou que ele chegou em casa e pediu para que ela avisasse para Anuxa que ele já estava na residência dos pais.

De acordo com sua mãe, Pablo, que foi preso dentro do quarto, teria chegado em casa muito embriagado.

O pai contou que Pablo chegou em casa, fumou um cigarro e foi dormir com a ajuda da mãe. 

Quer perdão

Pablo também negou qualquer rixa com Vanessa Carvalho. "Hoje o sentimento é de perda porque ela também era minha amiga. Conhecia os pais, quero, inclusive, pedir perdão para o seu Edson e para a dona Vânia porque eu não me exímio da culpa, é uma perda imensurável", disse.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®